Ex-vocalistas do Iron Maiden confirmam show em BH para 17 de junho

Blaze Bayley e Paul Di'Anno estarão juntos na turnê "O encontro das bestas"

por Daniel Seabra 09/05/2016 13:11

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
A turnê que traz os dois ex-vocalistas do Iron Maiden, Blaze Bayley e Paul Di’Anno, batizada de ‘O encontro das bestas’, estará em Belo Horizonte. Os dois sobem ao palco no Stonehenge Rock Bar em 17 de junho, naquela que promete ser uma celebração para os fãs da Donzela de Ferro, com vários clássicos dos períodos em que ambos eram os responsáveis pelo microfone da banda, além de músicas das carreiras solos de cada um.

Mais informações sobre o show, como preço dos ingressos, horários e dinâmica das apresentações serão divulgadas posteriormente. A turnê, que já teve alguns shows em outros países, como Rússia e Austrália, também já tem uma apresentação no Brasil confirmada para São Paulo, em 12 de junho, no Tropical Butantã. Outras datas ainda devem ser anunciadas em breve.

Paul Di’Anno foi o terceiro vocalista do Maiden, o primeiro a ter reconhecimento mundial com a banda. Antes dele, Paul Day e Dennis Wilcock também cantaram no grupo, mas sem grande destaque. Ele está presente nos três primeiros registros que se tornaram mundialmente conhecidos do Iron: Iron Maide (1980), Killers (1981) e o EP Maiden Japan (1981).

Tem os registros vocais considerados mais punks, por isso é o preferido de muitos fãs, que gostam de sua forma de cantar e de sua postura. Foi demitido por causa do excesso de bebidas alcoólicas e drogas, e seu substituto foi Bruce Dickinson, que se tornou o principal cantor do Maiden.

Depois de sua saída, Di’Anno ainda passou por algumas outras bandas, inclusive o Rockfellas, com quem tocou com Canisso (baixista dos Raiundos), Marcão (ex-guitarrista do Charlie Brown Júnior) e Jean Dolabella (ex-baterista do Sepultura e do Udora, atualmente no Ego Kill Talent). Paul Di’Anno já se apresentou várias vezes no Brasil, inclusive em Belo Horizonte.

Já Blaze Bayley assumiu os vocais da banda em 1994, quando Bruce Dickinson decide sair para seguir carreira solo. Sua entrada não foi bem digerida por muitos fãs, sob alegação de que ele não conseguia alcançar as notas do seu antecessor e algumas músicas clássicas da banda ficavam de fora das apresentações. Com o Maiden, gravou The X Factor (1995), que tem o hit mundial Man on the Edge, mas que, ainda assim, não foi bem recebido.
 
Três anos depois, ele lança Virtual XI, outro que também não teve boa recepção por parte de fãs e mídias, mesmo com algumas músicas que se tornaram hits, como The clasman. Entre os dois discos, a banda lançou a coletânea Best of the beast, em vários formatos, com os grandes clássicos da Donzela. Em 1999, com a volta de Dickinson ao time, Bayley é demitido.

Antes de ser o vocalista do Iron Maiden, Blaze participou da faixa ‘The keeper’s game, no projeto Hollow's Gathering, do Soulspell Metal Opera, e ainda foi vocalista do Wolfsbane, com quem gravou seis discos, antes de seguir uma carreira solo de sucesso. Também tocou várias vezes no Brasil, inclusive no próprio Stonehendge. Em 2014, esteve por aqui, se apresentando ao lado de Tim Rippers Owens, ex-vocalista do Judas Priest.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA