Maná faz show histórico na Casa Branca em homenagem a imigrantes hispânicos

Concerto também serviu como celebração do 5 de maio, dia em que o México comemora a vitória de seu exército na batalha de Puebla

por AFP 05/05/2016 19:50

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Jim Watson / AFP
"É uma honra, um privilégio estar aqui. Se me tivessem dito há 25 anos que isto aconteceria, pensaria estar sonhando", disse o vocalista (foto: Jim Watson / AFP)
A banda mexicana Maná sacudiu a Casa Branca nesta quinta-feira com um curto, mas histórico show em homenagem à contribuição dos imigrantes hispânicos em diversos aspectos da cultura americana. "É uma honra, um privilégio estar aqui. Se me tivessem dito há 25 anos que isto aconteceria, pensaria estar sonhando. Mas aqui estamos e aqui está o coração do México e dos latinos", disse o vocalista, Fher Olvera, no começo do show na Ala Leste da sede presidencial. O concerto também serviu como celebração do 5 de maio, dia em que o México comemora a vitória de seu exército na batalha de Puebla, em 1862, e que se tornou uma data festiva nos Estados Unidos. "Feliz cinco de maio!", gritou o presidente Barack Obama, em espanhol, ao abrir as comemorações. "Esta é uma das nossas melhores festas do ano", disse o presidente, que chegou a brincar que havia pensado em tocar ao lado do Maná, mas decidiu "não arruinar a ocasião". Em um salão lotado de convidados, Maná tocou por pouco mais de uma hora, interpretando sucessos como "En el muelle de San Blas", "Mariposa traicionera", "Vivir sin aire", "Rayando el sol" e "Dónde jugarán los niños", para encerrar com "Corazón espinado". Enquanto isso, o baterista Alex González agradeceu a Obama "pelo convite e também à comunidade latina que veio nos ver. Viva o México! E viva a América Latina!". A popular banda mexicana - em quase três décadas de carreira e 30 milhões de álbuns vendidos - conseguiu em fevereiro sua própria estrela na Calçada da Fama em Hollywood. Maná é uma das mais firmes vozes em defesa da comunidade latina nos Estados Unidos e de uma reforma migratória que tire da ilegalidade milhões de pessoas em situação irregular no país. Sua nova turnê tem o nome de "Latino Power Tour".

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA