Sertanejo Gusttavo Lima grava DVD '50/50' em Caldas Novas durante a Semana Santa

Religioso, o cantor adiou o show de sexta-feira para depois da meia-noite. Depois de gravar novo projeto, pretende se dedicar ao mercado estrangeiro

por Graziela Reis 28/03/2016 08:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Marcel Bianchi/Divulgação
(foto: Marcel Bianchi/Divulgação)

Caldas Novas - Romântico, o rapaz tem pegada e não deixa a animação e o otimismo de lado. O cantor sertanejo Gusttavo Lima, que gravou seu quinto DVD entre quinta-feira e sábado, em Caldas Novas, no interior de Goiás, fez questão de, mais uma vez, caprichar na inspiração pessoal. O novo disco, 50/50, oferece hits com apelo 50% romântico e 50% balada, bem dentro da linha escolhida pelo artista de 26 anos, nascido em Presidente Olegário, Noroeste de Minas.


“Meu coração está dividido, 50% pra ela, 50% pra a farra. Não troco as duas por nada”. “Safado, mulherengo. Pode me chamar do que quiser. Minha pegada te arrepia, da cabeça até o pé.” “Que pena que acabou uou uou uou uou.” “Bebendo mais, amando menos.” Estes são alguns dos refrões das músicas escolhidas por Gusttavo para apresentar ao público o novo trabalho. A expectativa é de que o DVD chegue ao mercado em junho.

Depois, Gusttavo adianta que pretende concentrar esforços na carreira internacional. Entre os planos está dar continuidade na gravação de um DVD com músicas em espanhol. O objetivo é conquistar o público estrangeiro, mas os brasileiros também terão acesso ao novo disco. O cantor confessa ter se emocionado quando ouviu gringos que não tinham noção de português bradando seus refrões em sua língua. O “tchê tchê rere tchê tchê” de Balada se espalhou pelos quatro cantos do mundo sem qualquer alavanca promocional.

Com relação a 50/50, que Gusttavo Lima deve começar a apresentar aos fãs em seus shows nas próximas semanas, ele conta que escolheu Caldas Novas para gravar por causa de seu carinho com Goiás. “Ninguém nunca tinha gravado um DVD aqui. Goiás foi o estado que me revelou”, explicou o mineiro que já vive há 10 anos em Goiânia. “Sou mineiro de alma, mas com coração goiano”, reforçou.

Marcel Bianchi/Divulgação
(foto: Marcel Bianchi/Divulgação )

A natureza exuberante da região foi outro motivo para a escolha do cenário para a gravação. Com estas duas características, a cidade conquistou a preferência. Uma das que acabou sendo deixada no escanteio foi Balneário Camboriú (SC), no Sul do país. O show foi bastante profissional e o aparato técnico de última geração, com leds espelhados e geométricos. Depois de encerrada a primeira parte, específica da gravação do DVD 50/50, Gusttavo retornou ao palco e tocou mais para delírio do público Ao todo, foram cerca de quatro horas de apresentação. DJs animaram a festa até o dia raiar.

Na quinta-feira, a gravação das 22 músicas foi feita sem público. Na sexta, o cantor evitou trabalhar por causa de sua religiosidade: “Botei o joelho no chão e pedi perdão a Deus”. Foi o que fez quando soube da possibilidade de ser obrigado a gravar na Sexta-feira da Paixão. Mas depois pensou em uma alternativa que não feriria a crença e a da sua mãe, Sebastiana, morta em dezembro, e quem o ensinou a ter fé em Deus e na Nossa Senhora estampada na tatuagem em seu braço: gravar depois da meia-noite.

Apesar dos cuidados, o dia foi de tensão. Parte do tablado da pista cedeu por causa da instabilidade do solo da região das águas quentes. “O local ali nos colocou um desafio muito grande. É um brejo, todo de lama”, explicou Gusttavo. Mas ninguém se machucou. “Foi triste. Senti uma impotência por não poder fazer nada”, contou o cantor. No fim, a área foi cercada e ele apresentou o show com total profissionalismo. “Por isso é importante gravar o DVD em dois dias. O que erra em um, conserta no outro.”

Para escolher as novas canções, Gusttavo Lima ouviu entre 1,5 mil e 2 mil músicas. E participou da composição de quatro delas. “A escolha do repertório é muito difícil. O artista vive de música”, afirmou. Ele diz ser mais cuidadoso em buscar melodias que possam cair no gosto popular. E confessou estar mais maduro. “Gravei as que me fizeram arrepiar.”

Que pena que acabou, Vai passar, Você sabe que eu sou seu, 50/50 são algumas delas. A que vai bombar? “Vou deixar para o povo escolher”, afirmou Gusttavo, que, nesta fase da carreira, já não tem tanto tempo para compor todos os hits. Meio saudoso, ele se lembra da época em que criava até três por dia ou cerca de 25 músicas por mês. “Hoje não tenho mais esse tempo.” E, caprichoso, ele contou que perdeu horas e horas com o compositor Dudu Borges para alinhar refrões e outras canções. Os Nonatos, compositores do Nordeste, e Diego Ferrari também assinam músicas do novo DVD. Para Gusttavo Lima, a maior conquista é ver o público cantando suas músicas. Humilde, não quer ser “o número um”, mas afirma querer estar sempre entre os cinco preferidos dos amantes das músicas brasileiras.

Para a fã Jaqueline Cândida de Carvalho Vasconcelos, de 33 anos, mesmo sem querer, Gusttavo é o “número um”. Ela saiu de Brasília (DF) para assistir aos dois dias de gravação do DVD, em Caldas Novas. “A estrutura ficou linda. As músicas estão ótimas”, afirmou a contadora. Sua preferida, foi 50/50: “Vai pegar, com certeza”. Mas a melhor de todas, em sua opinião, é “Cabelo cor de ouro. Para passar o feriado com foco em Gusttavo Lima, ela desembolsou cerca de R$ 1 mil, entre o ingresso, de R$ 370 para dois dias na pista premium, e a hospedagem. “Valeu muito à pena.”

Mineiro de Divinópolis, Mateus Biondi, de 18, ganhou a promoção de uma rádio de sua cidade para assistir aos shows da gravação do novo DVD. “Sou fã há uns sete anos. Vou em todos os shows da minha região”, contou o rapaz. Entre as novas músicas, ele gostou mais de Você sabe que eu sou eu e Bebendo mais, amando menos. Para Biondi, o cantor cativa por ser humilde e por ter um grande coração, além do talento. O rapaz o admira tanto que já copia as suas tatuagens. Já fez a de Nossa Senhora Aparecida no braço. E agora quer fazer mais três: a oração dos três anjos no peito, o diamante para homenagear sua mãe na mão e a tribal do braço. Nas horas vagas, Biondi também arrisca tocar as músicas de Gusttavo no violão. Ele também é fã de Milionário e José Rico e de Eduardo Costa.

* A repórter viajou a convite da assessoria de imprensa do cantor.


REPERTÓRIO AFINADO
Confira as músicas do DVD 50/50


1- Introdução: Tô solteiro (inédita)
2- Que pena que acabou (inédita)
3- Coraçao não mente (inédita)
4- 50/50 (inédita)
5- Cê sabe que sou seu! (inédita)
6- É isso que cê quer (inédita)
7-Homem de família (inédita)
8- Nosso Jeito de Gostar (inédita)
9- Não paro de Beber (regravação)
10- Jejum De amor (regravação)
11- Abre o portão que eu cheguei (inédita)
12- Bebendo mais, amando menos (inédita)
13- Cidade acordada (inédita)
14- Vai passar (inédita)
15- Piano e voz (inédita)
16- Tão rara (inédita)
17- Cara de pau (inédita)
18- Bota aliança no bolso (inédita)
19-Fds (inédita)
20- Ta faltando eu (regravação)
21-Que pena que acabou (inédita)
22- Se é pra beber eu bebo (regravação)


TOM DO SUCESSO
Cantor, músico e compositor. Gusttavo Lima, de 26 anos, é autodidata e nasceu em Presidente Olegário (MG), batizado como Nivaldo Batista Lima. Ele é um dos vencedores da música popular brasileira. Toca violão, viola, guitarra, bateria, baixo e sanfona e chegou ao mercado fonográfico com notoriedade: o mineiro é o responsável por dar o tom a diversas canções sertanejas que fazem sucesso nas paradas do país. Gusttavo, que já cantou na Folia de Reis com seu pai, saiu de casa aos 9 anos para trilhar sua carreira ao lado dos irmãos com quem formava uma banda. A carreira solo decolou aos 18 anos e, hoje, tem na bagagem mais de 150 composições. O artista, parte do casting da Som Livre desde o primeiro disco, estourou rapidamente nas rádios do país com suas músicas românticas, dançantes e contagiantes.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA