Presidente Dilma Rousseff homenageia Naná Vasconcelos

"Com seu talento único, Naná defendeu e difundiu as tradições da cultura brasileira", destacou Rousseff

09/03/2016 19:31

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Rafael Martins/DP
Músico morreu nesta quarta-feira, 10 (foto: Rafael Martins/DP)
A presidente Dilma Rousseff lamentou a morte de Naná Vasconcelos. Em nota, ela destacou a trajetória artística e o engajamento social do pernambucano. "Foi com grande tristeza que recebi a notícia do falecimento de Naná Vasconcelos, um dos maiores músicos da história brasileira, eleito oito vezes o melhor percussionista do mundo", diz o texto.

"Com seu talento único, Naná defendeu e difundiu as tradições da cultura brasileira. Seu engajamento social atestou a importância da música como incentivo à inclusão, à educação e à cultura. Mais recentemente, sua percussão forte e original nos emocionou na trilha da animação O Menino e o Mundo, de Alê Abreu", destacou a presidente.

Ela também se solidarizou com a família do músico, que morreu na manhã desta quarta-feira, 9. "Transmito meu pesar e envio um abraço forte aos familiares e amigos de Naná. O país perde hoje um grande brasileiro, mas seu talento e criatividade permanecerão como grande legado de nossa história".

O percussionista não resistiu a complicações de um câncer de pulmão e faleceu, aos 71 anos. O músico tratava a doença desde 2015, quando chegou a se submeter a sessões de quimioterapia. Na época, Naná enfrentou a situação com bom humor, e gravou vídeo com poesia. O velório ocorre na Assembleia Legislativa do Estado, na Boa Vista. O sepultamento foi confirmado para o cemitério de Santo Amaro, às 10h desta quinta-feira, 10.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA