Universidade americana compra direitos dos arquivos de Bob Dylan

Instituição quer criar uma exposição permanente da lenda americana do pop e se firmar como destino cultural

por AFP - Agence France-Presse 02/03/2016 19:24

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Columbia Records/Divulgação
Arquivos de Dylan ficarão à disposição de universidades e de pesquisadores que estudem o tema (foto: Columbia Records/Divulgação)
A Universidade de Tulsa, no Oklahoma, comprou uma coleção de mais de 6.000 objetos, gravações e documentos do cantor Bob Dylan, e a ideia é criar uma exposição permanente dessa lenda americana do pop - de acordo com uma nota divulgada nesta quarta-feira, 2.

Cerca de mil peças já estão a caminho de Tulsa, enquanto o restante será recuperado de diferentes lugares e enviado para a instituição ao longo de dois anos, acrescentou a universidade, que busca se consolidar como um renomado destino cultural.

O valor da compra não foi revelado, mas o jornal The New York Times estima em algo entre US$ 15 milhões e US$ 20 milhões.

Além da exposição aberta ao público, os arquivos de Dylan ficarão à disposição de universidades e de pesquisadores que estudem o tema. O material inclui gravações que remontam a 1959.

"Estou feliz que meus arquivos, que foram reunidos durante todos esses anos, tenham encontrado um lugar", declarou o artista, de 74 anos, em um comunicado também divulgado nesta quarta.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA