Há exatos 60 anos, Elvis Presley fazia sua primeira aparição em um programa de TV

Rei do Rock começou a se destacar na mídia pelo ritmo endiabrado e danças sensuais

por Diário de Pernambuco 28/01/2016 14:53

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

CBS/ Divulgação
Elvis durante apresentação no Stage Show da CBS. (foto: CBS/ Divulgação)
Há exatos 60 anos, em 28 de janeiro de 1956, o jovem Elvis Aaron Presley, então com 21 anos, fazia sua primeira aparição em um programa de TV, o Stage Show, exibido pela CBS. Na época, Elvis tinha acabado de assinar contrato com a RCA, por onde lançou o single Heartbreak Hotel, até hoje destacada como uma de suas melhores músicas.

No programa, Elvis se apresentou seis vezes ao longo de dois meses. O tempo em Nova York rendeu ainda as gravações daa cover do Rei para Blue suede shoes, de Carl Perkins, uma das primeiras composições de rock and roll. Além do dia 28, Elvis se apresentou ainda em 4, 11 e 18 de fevereiro, e 17 de 24 de março. O repertório incluiu clássicos como Tutti Frutti, I got a woman e a já citada Heartbreak Hotel.

Vale lembrar que essas performances ocorreram antes do lançamento do primeiro disco de Elvis Presley, que levava seu nome, lançado em 23 de março de 1956.




Dali em diante, Elvis se tornaria figurinha carimbada em vários programas de TV norte-americanos, com seu crescente sucesso, grande parte graças à pinta de galã e danças sensuais, que escandalizavam o público mais conversador. O cantor chegou a ficar conhecido como Elvis the Pelvis e chegou a ser proibido de ser filmado da cintura para baixo em certos programas.

Elvis foi um dos primeiros artistas a compreenderem como é importante manter não só o som, mas também a imagem, e passou grande parte dos anos 1960 atuando em longas-metragens, que eram exibidos até no Brasil.

Ao longo das décadas seguintes, a poplaridade do Rei foi caindo, assim como sua saúde. O rockeiro endemoniado de outrora virara figura folclórica, se limitando a temporadas de apresentações em Las Vegas até sua morte, quando foi encontrado já sem vida no banheiro da mansão Graceland, em 1977. Elvis morria vítima de seus próprios excessos. Após uma disfunção cardíaca fulminante, o Rei, que após tantos anos encantara gerações de fãs, tinha seu descanso. Morria o homem, nascia a lenda. Afinal, Rei que é Rei, nunca perde a realeza.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA