Moacyr Luz abre a roda no Quintal do Divina Luz

Músico e compositor carioca se apresenta neste sábado

por Shirley Pacelli 08/01/2016 08:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Ana Paula Migliari/divulgação
(foto: Ana Paula Migliari/divulgação)
“Segunda-feira das almas é bom também de sambar.” Se com os versos de A reza do samba Moacyr Luz já atrai centenas de pessoas em pleno horário de expediente, no Rio de Janeiro, imagine o astral de um evento desses em dia de folga...

Neste sábado, 09, o Quintal do Divina Luz, na Região Nordeste de Belo Horizonte, recebe o músico e compositor carioca, criador do projeto Samba do Trabalhador. O show vai contar com a cantora Manu Dias, o cantor Dé Lucas e o grupo Samba na Batuta.

O público poderá conferir as novidades do álbum gravado pelo projeto Moacyr & Samba do Trabalhador, que tem 12 faixas. “Esse CD é motivo de muita honra. Uma roda de sambistas com 10 anos lançar disco de inéditas é um pouco audacioso. Geralmente, tocam apenas os clássicos”, ressalta Moacyr.

10 anos & outros sambas reúne parcerias de Moacyr com Nei Lopes, Sereno, Martinho da Vila e o belo-horizontino Toninho Geraes. “A gente convidou o Rildo Hora e o Carlos Malta, instrumentistas que comparecem à roda constantemente e têm identificação com o projeto”, explica. Produzido e distribuído de maneira independente, o CD já ganhou a segunda tiragem.

Moacyr, que frequenta BH desde os tempos do extinto Cabaré Mineiro, nos anos 1980, tem relação especial com o público de Minas. “Estou tentando criar uma roda de samba mensal em BH, uma filial do Samba do Trabalhador, como fazemos em São Paulo desde agosto de 2014. É uma cidade bem acolhedora”, diz.

A casa de samba Quintal do Divina Luz é um lugar querido do carioca. “Já toquei lá com o Dé Lucas e o Samba na Batuta. Eles conhecem meu repertório. Só abro a boca e eles cantam. Tenho cumplicidade ali”, ressalta. Entre os mineiros, além de Dé, Moacyr admira Toninho Geraes, Dudu Nicácio, Aline Calixto e Sérgio Santos, a quem chama de “compositor brilhante”.

MOACYR LUZ
Com Manu Dias, Dé Lucas e Samba na Batuta. Amanhã, às 16h. Quintal do Divina Luz, Rua Maria Aparecida, 375, Bairro São Marcos, (31) 99154-4195 e 98775-9709. Ingressos: R$ 25.

Operários da cultura

Desde 2005, Moacyr Luz comanda o Samba do Trabalhador, roda de sambistas realizada às segundas-feiras à tarde no Clube Renascença, no bairro carioca do Andaraí. A ideia inicial era reunir músicos que trabalham no fim de semana – os operários da cultura. “Os trabalhadores aqui somos nós. Antes, não havia som, não havia nada, mas o projeto virou fenômeno. A cada edição, passa de 1 mil pessoas”, conta Moacyr.
 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA