BrisaFlow se junta a Guilherme Benoni para lançar a música 'Se quiser ir'

Canção, que fala de amor e vivências em Minas Gerais, fecha o ano do rap belo-horizontino

17/12/2015 11:35

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Reprodução/Facebook
Brisa De La Cordillera, que é filha de chilenos, nasceu em Belo Horizonte. Criada em Sabará e com 28 anos, ela é um dos talentos femininos do rap mineiro. (foto: Reprodução/Facebook)
A música é boa companheira dos apaixonados. E os amantes também ouvem rap. O gênero, que nem todas as pessoas incluem em "música romântica", tem agora um novo som para a playlist. Cria do Duelo de MCs em BH, a rapper BrisaFlow acaba de lançar Se quiser ir, junto de outro MC, Guilherme Benoni.


Com batida envolvente, Se quiser ir é romântica. "Guilherme e eu queríamos falar de amor, mas citando coisas da nossa vivência", revela Brisa. "Nunca tive medo de falar de amor, amar é resistir", completa a MC, que canta versos como  "Vem sonhar comigo na minha laje/ Imaginar nos dois junto de Audi/ Dando rolê de noitinha pela cidade/ Num mundo sem farda, sem choque, sem tiros/ Sem glock com sangue na mão dos vampiro/ Deixa eu acreditar que isso é possível/ Sem fé, sem amor eu não sobrevivo".

 

Lançada na quarta-feira (e já com quase 1.300 views no YouTube), a música foi produzida pelo DJ paulistano Jaff Jey e mixada pelo músico, DJ e produtor Giancarlo Ranieri.

 

Brisa conta como surgiu a nova composição: "Já queria fazer um som com Benoni desde que conheci o trampo dele. Curti muito, mas a gente não sabia como seria. Um dia, o Jeff Jay mandou essa batida pro Diamantee, diretor musical do meu disco que sai em março. Pirei e pensei: tem tudo a ver com a gente". Daí para entrar em estúdio e gravar, foi questão de tempo. "Mandei um zap pro Benoni com a batida ele também 'chapou'. Cada um fez seus versos e botei uns pitacos na melodia", completa a compositora.

 

Brisa De La Cordillera, que é filha de chilenos, nasceu em Belo Horizonte. Criada em Sabará e com 28 anos, ela é um dos talentos femininos do rap mineiro.

 

Confira:

 



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA