Bem humorado, David Gilmour comenta o trabalho de composição em evento em São Paulo

Guitarrista esteve no lançamento de 'Um ato de bondade', primeiro livro de sua esposa Polly Samson lançado no Brasil

por Agência Estado 14/12/2015 10:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Gavin Helder/Divulgação
(foto: Gavin Helder/Divulgação)
Com um blazer bege e bem humorado após dois shows em São Paulo, David Gilmour participou de um evento promovido pela editora Record em São Paulo e comentou seu processo de composição com a esposa, a escritora Polly Samson. Ela veio ao Brasil lançar Um ato de bondade, seu quarto livro, o primeiro publicado por aqui.

Polly é compositora de muitas músicas do marido desde 1993, com o álbum The Division Bell, do Pink Floyd, até o mais recente Rattle That Lock. "Ela é brilhante com as palavras", disse o marido, bajulador porém sincero.

Em um dos momentos mais engraçados do encontro, Gilmour mostrou um jingle das estações de trens de Paris, que ele próprio gravou em seu iphone - que depois virou uma canção do disco. "Diferente de todos os lugares do mundo, lá o jingle é catchy", disse, aos risos.

Gilmour mostrou ainda algumas gravações prévias em seu celular das músicas do disco, mas sem as letras - que Polly acrescentou depois - e explicou o envolvimento dos dois com o Liberty Choir, um coro de Londres que faz um trabalho de reabilitação de ex-detentos, uma das inspirações de Rattle That Lock.

Questionada sobre as diferenças entre compor canções e escrever ficção, Polly disse que é simples. "A diferença é que o personagem que vai cantar é David, e ele é real e é uma alegria!", comentou.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA