Pearl Jam só exige massa fresca em camarim de BH

Conversamos com Luciana de Azevedo, que fabrica o fettuccine escolhido para Eddie Vedder

por Estado de Minas 20/11/2015 14:58

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Nada de dezenas de toalhas brancas e pedidos exóticos: os integrantes do Pearl Jam querem apenas fettuccine fresco no camarim. A banda de rock se apresenta pela primeira vez em Belo Horizonte, nesta sexta-feira, 20, no Mineirão.

Coube a Luciana de Azevedo, 33 anos, proprietária da fábrica de massas Il Canto, a tarefa de atender ao pedido da trupe. “A produtora do show conhece a minha massa e fez a encomenda”, ela explica.

A mineira caprichou no fettuccine. “Fiz diferenciada, com mais grano duro e ovos caipiras. Tudo cortado à mão, bem artesanal”, conta. Um chef, que acompanha a banda em suas turnês, deverá preparar o prato antes do show.
Instagram/Reprodução
Massa diferenciada: com mais grano duro e ovos caipiras, além de ser cortada à mão (foto: Instagram/Reprodução)
Luciana, que é fã do Pearl Jam, é só sorrisos. “Nossa, fiquei toda orgulhosa. Ganhei meu dia”, diz. A produtora vai tentar fazer o registro da degustação. Se não rolar, ao menos o clique anterior ao envio da massa já foi garantido. No Instagram, a chef divulgou a grande novidade aos seus clientes.

A fábrica Il Canto existe há cerca de 5 anos e vende cerca de 370kg de massa por mês. O forte da casa são as massas recheadas, como o cappelletti de queijo com manjericão, fiori de carne seca e requeijão, além dos raviolis de linguiça com queijo minas e damasco com gorgonzola. Luciana, que morou na Itália e fez um curso no país europeu, começou vendendo o produto para os vizinhos e hoje atende supermercados gourmets, além de chefs renomados de BH.  

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA