Espetáculo do coletivo NEGR.A tem apresentação nesta sexta no Teatro Santo Agostinho

No palco, Elisa de Sena, Júlia Dias, Manu Ranilla, Eneida Baraúna e Nath Rodrigues cantam, dançam, declamam e contam histórias inspiradas nos orixás

por Shirley Pacelli 20/11/2015 09:02

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
La Otra/divulgação
O coletivo Negr.a: Elisa de Sena, Júlia Dias, Manu Ranilla e Aline Vila Real (em pé) com Eneida Baraúna e Nath Rodrigues (foto: La Otra/divulgação)
Cinco mulheres negras em cena: Elisa de Sena, Júlia Dias, Manu Ranilla, Eneida Baraúna e Nath Rodrigues. Com um misto de referências – do samba, funk e ciranda ao congado –, elas cantam, dançam, declamam e contam histórias inspiradas nos orixás. Assim é NEGR.A, espetáculo do coletivo homônimo que será apresentado hoje, em BH.


O evento, que faz parte do projeto mensal e temático Inéditas, da agência La Otra, trata da negritude e do universo feminino. A estreia ocorreu em junho, no Teatro Espanca!, e foi levada ao Rio de Janeiro. A produção é de Aline Vila Real. “É legal ver a identificação das pessoas com as histórias tanto no papel do oprimido quanto no do opressor. É importante perceber o preconceito para eliminá-lo”, afirma a cantautora e atriz Elisa de Sena, de 33 anos.

Desde março, o projeto Inéditas leva ao palco encontros mensais de mulheres da cena independente e autoral com propostas diferentes entre si. Na Virada Cultural de BH, foi reeditada homenagem à americana Billie Holiday. “Havia muitas mulheres talentosas em BH sem fazer nada juntas. Reunimos pessoas de vivências diferentes para trocar figurinhas”, explica Nathy Faria, gestora da La Otra.

INÉDITAS NEGR.A
Hoje, às 20h. Teatro Santo Agostinho, Rua Aimorés, 2.679, Santo Agostinho, (31) 3291-5340. Ingressos: R$ 20 (inteira).

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA