Músico Allen Toussaint deixa como legado obra impressionante no R&B

Morto aos 77 anos, artista foi um dos grandes de sua geração no gênero

por AFP 10/11/2015 18:17

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

O lendário músico americano de Rhythm'n Blues Allen Toussaint, uma das personalidades musicais de maior destaque em Nova Orleans, que teve canções interpretadas por grandes astros do rock, morreu em Madri aos 77 anos, noticiou nesta terça-feira, 10, a imprensa dos EUA.

O pianista, membro do Hall da Fama do Rock, morreu na noite de segunda-feira, 9, na capital espanhola, informou sua família à emissora de televisão WWL, de Nova Orleans (Louisiana, sul dos EUA).

Nascido em um lar humilde, Toussaint se relacionou desde muito jovem com vários músicos de Nova Orleans e ajudou a transformar esta cidade, conhecida como o berço do jazz, no centro mundial de produção de R&B.

Toussaint colaborou com artistas como Paul McCartney, Eric Clapton, Elvis Costello, Joe Cocker e os Rolling Stones, cujo hit Pain in my heart foi composto pelo gigante de Nova Orleans.

 



"Ele levou o som de Nova Orleans ao cenário nacional e continua sendo uma parte vital da nossa herança musical", destaca sua biografia no Hall da Fama, ao qual foi incorporado em 1998. O compositor e pianista, que viveu em Nova Orleans por toda a vida, estabeleceu-se a contragosto em Nova York, quando o furacão Katrina devastou sua cidade em 2005. Mas acabou retornando e desde então se manteve ativo na reconstrução e em outros projetos humanitários.

AFP PHOTO/Mandel NGAN
Allen recebeu honraria do presidente Barack Obama em 2013, por sua contribuição à música (foto: AFP PHOTO/Mandel NGAN )
Toussaint tinha agendado um show em 8 de dezembro em Nova Orleans, uma apresentação beneficente ao lado de Paul Simon com vistas a a combater a indigência.

 

O presidente americano, Barack Obama, reconheceu sua contribuição à música e ao desenvolvimento de sua comunidade ao lhe entregar a Medalha Nacional das Artes em 2013.

 

"Depois que sua cidade natal foi devastada pelo Katrina e Allen se viu forçado a evacuar, fez algo inclusive mais importante pelo seu lar: voltou. E desde então, dedicou seu talento musical a reconstruir a cidade", disse Obama na ocasião.

Em entrevista naquela ocasião ao Wall Street Journal, Toussaint disse que não podia acreditar o que tinha conseguido fazer ao longo dos anos. "Quando fiz 14 anos, não sei porque razão, disse a mim mesmo: 'Tenho 14 e a cada 10 anos, vou lembrar deste adolescente de 14 para contar-lhe como estou me saindo'".

 

Confira trecho da última apresentação de Allen, hora antes de sua morte:

 


"Não tenho ideia de como tive aquela ideia, mas desde então tenho tido estas conversas. Não são muito longas", contou. "Com frequência, digo o quão surpreso me sinto de como cheguei longe. O menino de 14 anos que toca piano só escuta, mas sempre parece surpreso comigo", acrescentou.

Toussaint acabava de se apresentar no Teatro Lara, no centro da capital espanhola. Os organizadores do show publicaram no Twitter um vídeo curto que o mostrava no piano, cantando acompanhado de outros três músicos.

O pianista e compositor é conhecido por ter introduzido na década de 1960 a harmonia da música pop, a cadência do funk e a energia do rock no jazz e no R&B da Louisiana.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA