Fãs se preparam para revisitar os grandes sucessos da banda Creedence

Com dois músicos da formação original, o show será no próximo dia 8, em Contagem

30/10/2015 08:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
CCR/Divulgação
(foto: CCR/Divulgação)
Há 48 anos, quando os irmãos John e Tom Fogerty se juntaram a Stu Cook e Doug Clifford para formar o Creedence Clearwater Revival (CCR), não existiam celulares nem computadores, o Brasil estava nos primeiros anos de uma ditadura militar e o famoso festival de Woodstock, que consagrou o CCR, sequer era um projeto. De lá para cá, o grupo se dissolveu, voltou a se reunir e deu origem a uma segunda banda, a Creedence Clearwater Revisited, com os remanescentes da formação original Cook e Clifford.

Passadas essas quase cinco décadas, o quinteto da versão Revisited traz à Grande Belo Horizonte os hits históricos da banda original, com o show no próximo dia 8, no Espaço Só Marcas, em Contagem. Ainda há ingressos, com preços que variam de R$ 120 a R$ 450. A apresentação conta com promoção cultural do Estado de Minas.

FORÇA DO TEMPO

Surgido em 1995, o Creedence Clearwater Revisited foi uma iniciativa do baterista Doug Clifford. “Estava entediado e precisava da banda. Sentíamos falta de estar no palco. Não existe nada como a música”, disse Clifford ao EM, por telefone. Quando o baterista tomou a iniciativa de retomar o trabalho da banda, o Creedence já estava dissolvido havia 23 anos – foi em 1972 que a banda se separou.

Clifford entrou em contato com o baixista Stu Cook e, para fechar a equipe, foram chamados Steve Gunner, Tal Morris e John Tristão. Banda formada, o grupo pôs o pé na estrada, relembrando os sucessos do passado. A agenda de shows demonstra que o interesse pela banda continua expressivo.

Na turnê deste ano, Creedence Clearwater Revisited vai percorrer 51 cidades. No Brasil, além de Contagem, há apresentações marcadas em Vitória, Porto Alegre e São Paulo. Daqui, o grupo parte para mais quatro cidades sul-americanas: Buenos Aires (Argentina), Assunção (Paraguai), Santiago e San Francisco de Mostazal (Chile).

Haja fôlego para dar conta do ritmo de shows. “O tempo muda a disposição. Estamos passando por cidades e países diferentes toda semana”, conta Doug Clifford. Para o músico, o esforço é recompensador, principalmente quando o grupo vê o encontro de gerações na plateia. “Três gerações diferentes vão aos shows de hoje e temos mais fãs jovens. Isso é algo fantástico”, diz. Segundo o baterista, cantar para diferentes gerações é seu “teste mais difícil”.

Para o show em Contagem, no espaço Só Marcas, o grupo promete um set-list recheado de hits que todo fã adora ouvir, como os clássicos Susie Q, Fortunate son e Who’ll stop the rain. “Fazemos um show sobre o legado do rock’n’roll”, resume Cliffrord. No último dia 20, ele gravou um vídeo convidando o público mineiro para o show em Contagem. No quintal de sua casa, ele avisa: “Estamos indo para a sua cidade e eu quero ver você no show”.

IN CONCERT
Dia 8, às 21h, no Espaço Só Marcas (Av. Babita Camargos, 1.375, Cidade Industrial, Contagem). Os ingressos variam de R$ 120 a R$ 450. Informações: (31) 3284-6006 ou www.quantaproducoes.com.br.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA