Cada vez mais longe da rehab, Demi Lovato mostra confiança em novo disco

Em 'Confident', a norte-americana não somente experimentou novos terrenos musicais e trocou camisas de banda por roupas ousadas, mas mostrou que tem se fortalecido

por Marcela Assis 26/10/2015 10:47

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Anna Webber/Getty Images
No Brasil, 'Confident' já é disco de platina, com 40 mil cópias vendidas na semana de lançamento (foto: Anna Webber/Getty Images)
Era 2011 quando Demi Lovato deixou a reabilitação após quase três meses de tratamento contra problemas psicológicos. O desejo de mostrar que os momentos difíceis haviam sido superados ficou claro através da forte Skyscraper, primeiro single após o retorno à vida pública. Em setembro do mesmo ano, a norte-americana apostou na sensualidade e mensagens de auto-ajuda ao lançar o que seria o símbolo de um recomeço, o álbum Unbroken. Depois de quatro anos de amadurecimento, a artista retoma a fórmula do terceiro trabalho da carreira em Confident. A diferença é que agora ela realmente parece estar inteira e confiante.

Lançado no início do mês, o projeto contrasta composições de letras profundas e melodias fortes com músicas que revelam a insistente busca de Demi Lovato por caminhos mais comerciais. Cool for the summer, apesar de ter se tornado o carro-chefe do material, não está entre as melhores canções de Confident. Ela é a materialização do que a cantora condenou, em entrevista à Billboard, em 2013. "Acredito que, se você tem talento, você não tem que ir por esse caminho. Se você não tem que cantar sobre beber, farra e sexo, não o faça", disse. A mudança de pensamento talvez tenha sido o maior trunfo da norte-americana. Foi com o refrão pegajoso do single e danças sensuais que ela conseguiu, depois de quase dez anos de trajetória, fazer, pela primeira vez, uma apresentação em um dos mais importantes prêmios da música internacional, o Video Music Awards.

Na contramão de Cool for the summer, estão Stone Cold, Waitin for you e Kingdom come. Além de duradouros passeios de Demi Lovato por notas agudas, as músicas abordam situações comuns a quem já viveu amores intensos, através de metáforas e reflexões. Na primeira, a artista se entrega ao intepretar a letra sobre um amor que encontrou a felicidade em outra pessoa. "Se a felicidade é ela, estou feliz por você", diz a composição.



Parceria com a rapper Sirah, Waitin for you tem potencial para alcançar um sucesso próximo ao que Rihanna e Eminem conquistaram com Love the way you lie. A dona do hit Bitch better have my money pode ser lembrada, ainda, em Kingdom come, música que em alguns momentos faz Chandelier, de Sia, vir à mente. A faixa caminha por um estilo próximo ao que Rihanna tem experimentado desde Unapologetic.

Outro destaque do álbum é Stars. Os primeiros versos da canção mostram uma Demi disposta a arriscar novas tonalidades e diferentes batidas. O mesmo acontece em Mr. Hughers, na qual a cantora se entrega a um gingado próximo ao R&B, com toques do hip hop defendido por Missy Elliott desde a década 1990.

Mais uma vez, a artista dedicou uma música ao pai, morto em 2013. Assim como For the love of a daughter (Unbroken), Father dá pistas da relação conflituosa entre os dois. "Você fez seu melhor, ou fez? Às vezes sinto que te odeio. Me desculpe, pai, por me sentir assim", canta na faixa 11 de Confident. No vídeo de divulgação da canção, publicado no YouTube, Demi Lovato fala sobre o que a inspirou a escrever sobre Patrick. "Ele sabia que ele não era capaz de criar uma família e isso era por causa de sua doença mental. Só de saber que aquilo não era totalmente culpa dele já me faz triste. Eu queria escrever sobre isso. Eu queria entender isso", desabafou.

Ouvir o quinto trabalho de estúdio da norte-americana é conhecer uma artista cada vez mais distante daquela que cantava pop rock entre 2007 e 2011. Demi não somente experimentou novos terrenos musicais e trocou camisas de banda por roupas ousadas, mas mostrou que tem se fortalecido. "Eu costumava esconder meu lado louco, mas agora estou me libertando. Eu faço minhas próprias escolhas", são os principais versos da música de abertura do álbum. Afinal, a principal mensagem defendida em Confident é "qual o problema em ser confiante?".

 

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA