Marco Antônio Guimarães anuncia que o Grupo Uakti chegou ao fim

Músico fez declaração pública na página oficial do grupo no Facebook; em junho, o percussionista Décio Ramos já havia se afastado

por Estado de Minas 15/10/2015 21:18

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Maria Tereza Correia/EM/D.A Press 2011
(foto: Maria Tereza Correia/EM/D.A Press 2011)
"Problemas internos e pessoais tornaram impossível a continuidade do Grupo Uakti", que é um ícone da música instrumental brasileira. A declaração pública foi feita pelo músico Marco Antônio Guimarães na página oficial do grupo no Facebook nesta quinta-feira (15/10). “Estou adotando agora o plano A, que são as aulas que voltei a dar aqui na antiga sede do Uakti", disse ele no texto.

O plano B anunciado por Guimarães é mais triste: a venda de todo o acervo de criação dos últimos 45 anos. “Todos os instrumentos, todas as esculturas sonoras, material e método que criei para manutençaõ dos instrumentos, além de desenhos e projetos de peças que não cheguei a construir”, detalhou. A ideia é negociar a venda do material em conjunto. Ele pede indicação de possíveis interessados.

Marco Antônio Guimarães ainda agradeceu as mensagens de carinho e admiração enviadas por fãs. “Saber de tantas pessoas que admiram meu trabalho, amam a minha música, me fez muito bem.”

Em junho deste ano, o grupo originalmente formado por Guimarães, Artur Andrés, Paulo Santos e Décio Ramos já havia sofrido uma baixa, com a saída desse último.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA