Yoko Ono revela, em entrevista, que John Lennon era bissexual

Viúva do ex-beatle também falou sobre drogas, sexualidade e o medo que ainda sente do assassino de Lennon

por Correio Braziliense 15/10/2015 10:43

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
AFP PHOTO/JEWEL SAMAD
(foto: AFP PHOTO/JEWEL SAMAD )
Trinta e cinco anos após a morte do beatle John Lennon, Yoko Ono falou abertamente em entrevista ao portal americano The Daily Beast sobre a sexualidade do marido e o medo que ainda sente de seu assassino, o atirador David Chapman.

Bi?
 
Sanando a curiosidade que o mundo tinha sobre a orientação sexual de Lennon, Yoko nega o forte boato que ele teve relações sexuais com o produtor dos Beatles, Brian Epstein. “Ele me contou que poderia ter tido, mas não teve porque não achava Brian tão bonito assim”, disse Ono.

Ela contou que apesar de interessado, John não chegou a fazer sexo com outros homens porque para ele, os parceiros deveriam ser, além de muito atraentes, mentalmente avançados e isso é difícil de encontrar. “Tanto o John quanto eu éramos muito ligados a beleza”, conclui.

Em longas conversas que tinham, John dizia que todos eram bissexuais, mas não o são porque são inibidos pela sociedade. “Ele dizia que nós tendemos a esconder o lado não aceito socialmente”. Quando questionada sobre sua sexualidade, Yoko diz que não se considera realmente atraída por mulheres e nunca teve relações, realmente sexuais, com outras mulheres.

HO
David Chapman, o assassino de John Lennon (foto: HO)
Liberdade de Chapman


A artista, de 85 anos, ainda mora na casa em que Lennon foi assassinado. Segundo ela, a lembrança ruim é apenas uma, enquanto as boas são várias. “Eu não me mudaria daqui. É como se ainda sentisse Lennon neste apartamento”, disse.

Sobre a possível liberação de David Chapman, o assassino de Lennon da cadeia, a artista se mostra enfaticamente contra a decisão. “O que eu penso é que se ele fez uma vez, pode fazer de novo. Pode fazer contra mim, contra Sean (filho do casal), ou contra qualquer pessoa”, disse.

Yoko tem sempre seguranças particulares e diz que se sente como um animal caçado o tempo todo e tem muito cuidado nas ruas e dentro de casa. “É muito difícil para mim pensar sobre Chapman principalmente porque ele não acredita que o que fez foi errado. É loucura!”.

Drogas

Reprodução
(foto: Reprodução)
Yoko Ono conta que na juventude usou muitas drogas e fumou bastante. “Eu odeio maconha. Nunca quis fumar, mas em um local com pessoas passando em roda, você só pega e finge que gosta”, disse.
 
Sendo honesta, a artista contou que gostava de ácido, mas como é forte, não é algo que se usava todos os dias. Hoje, Yoko Ono não usa nenhum tipo de drogas. Segundo ela, o intuito é se desintoxicar e se manter o mais saudável possível.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA