Djalma não entende de Política se prepara para lançar primeiro clipe

Vídeo tem direção do cineasta mineiro Gabriel Martins e faz paralelo entre a polícia e o sexo

14/10/2015 11:45

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Djalma não entende de Política / Reprodução
Vídeo faz referências ao clássico de Peter Gabriel e ao popular dançante do É O Tchan (foto: Djalma não entende de Política / Reprodução)
Violência policial e sexo são os temas que se unem em A DP da DP, música do grupo mineiro Djalma não entende de Política que ganha videoclipe nesta quinta-feira, na Benfeitoria.

O vídeo é o primeiro da carreira do Djalma e foi produzido a partir da união da música e do cinema independente de Belo Horizonte. É que o clipe tem direção do cineasta mineiro Gabriel Martins, um dos fundadores da produtora Filmes de Plástico. "Buscamos inspiração em videoclipes vanguardistas e inovadores como Sledgehammer, do Peter Gabriel, e Dança do Bum Bum, do É o Tchan", explicou Gabriel. O figurino do vídeo ficou a cargo de Rimenna Procópio.

O Djalma não entende de Política se debruçou em dados para conectar os dois temas principais do clipe. Por um lado, 77,2% dos policiais brasileiros apoial a desmilitarização da Polícia Militar, segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Por outro, o sexo grupal e o swing, práticas preferidas dos brasileiros com 28% da preferência, segundo o Sexlog.

"Apesar de serem coisas muito distintas, a experimentação sexual e a repressão policial são temas atuais. De um lado, temos abertura e, do outro, conservadorismo", justifica o guitarrista do grupo, Carlos Bolívia.

A apresentação do primeiro videoclipe da banda mineira Djalma não entende de Política vem acompanhada de um show do grupo na Benfitoria, que fica na rua Sapucaí, número 153, Floresta. A apresentação começa às 19h e as entradas custam R$ 15,00.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA