Turnê dos 30 anos da Legião faz escala em Pouso Alegre no dia 30 de outubro

Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá terão a companhia de André Frateschi nos vocais; estão previstos 16 shows em oito estados até o final do ano

por Estado de Minas 30/09/2015 15:35

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
(foto: Divulgação)
O tributo em comemoração aos 30 anos de lançamento do álbum Legião Urbana, idealizado pelos integrantes originais da banda Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá, ganhou suas primeiras datas de shows. Na lista, divulgada por meio da página oficial do evento no Facebook, está a cidade mineira de Pouso Alegre. Belo Horizonte ainda não aparece na relação, que mostra as apresentações previstas até dezembro deste ano. No entanto, a possibilidade da turnê continuar em 2016, e de passar pela capital mineira não é descartada.

Segundo o calendário divulgado pelos músicos, a turnê começa no próximo dia 23, em Santos (SP) e percorre 16 cidades de oito estados (SP, MG, BA, RS, MS, MT, PA, SC) até 26 de dezembro.

Em meio a polêmicas sobre a legitimidade de uma suposta substituição de Renato Russo nos vocais, o tributo foi idealizado não como uma volta da banda, mas como uma homenagem. "Como já dissemos inúmeras vezes, a Legião - como banda - acabou junto com a morte do Renato [Russo, vocalista], em 1996. E ninguém pode substituí-lo. Ele é único e insubstituível", escreveu Villa-Lobos em nota também no Facebook.

Além de Dado e Bonfá, o show ainda contará com André Frateschi nos vocais, Lucas Vasconcellos na guitarra, Mauro Berman no baixo e Roberto Pollo nos teclados.

ENTENDA A POLÊMICA
O uso da marca Legião Urbana foi concedido a Vila-Lobos e Bonfá no fim do ano passado, após uma longa disputa judicial contra Giuliano Manfredini, filho de Russo e detentor inicial do nome do grupo. Depois da decisão, surgiu a ideia de reeditar o disco de estreia, que leva o nome da banda.

A convite da gravadora, Dado e Bonfá se envolveram no desenvolvimento de "uma edição especial que, além de trazer o disco original remasterizado, trará um outro disco contendo algumas pérolas e raridades", antecipou o guitarrista por meio de nota no Facebook.

Logo após o anúncio da reunião, os membros da banda foram alvo de críticas, especialmente pelo fato de escolherem outro vocalista para o lugar de Russo. Em resposta, Dado Villa-Lobos deixou claro que não se trata de um retorno. "Esse encontro onde vamos comemorar os 30 anos do nosso primeiro disco - tocando ele na íntegra - vai levar o nome do próprio disco, e será divulgado da seguinte forma: DADO VILLA-LOBOS e MARCELO BONFÁ em “LEGIÃO URBANA - 30 ANOS”", finalizou.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA