Rock in Rio se despede após sete dias de muita música e estilo

Gramado da Cidade do Rock se transformou em uma passarela de diferentes estilos

por Agência Estado 27/09/2015 16:18

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Por Cecilia BOECHAT

AFP Photo/ Tasso Marcelo
(foto: AFP Photo/ Tasso Marcelo)


A edição de 2015 do Rock in Rio trouxe muita música e estilo para a Cidade Maravilhosa. Com ingressos esgotados, estima-se que 85 mil pessoas tenham comparecido a cada um dos sete dias da festa, que voltou ao Rio de Janeiro após um intervalo de dois anos.

Além dos shows nos palcos Mundo e Sunset, o público desfrutou das diferentes atrações da Cidade do Rock, como montanha-russa, roda-gigante, tirolesa com vista para o palco principal, tenda com música eletrônica, capela para casamentos, além de serviços variados oferecidos pelos patrocinadores, como customização de camisetas e penteados cheios de atitude.

Como já ocorreu em outras edições, o gramado da Cidade do Rock se transformou em uma passarela de diferentes estilos. A jornalista Thamyris Fajard, de 25 anos, se inspirou em edições anteriores do festival e em eventos no exterior para compôr seu look.

"Eu e minhas amigas nos inspiramos na moda do [festival californiano] Coachella. Procuramos ideias nos sites WeHeartIt e Pinterest e ficamos mandando fotos uma para a outra até decidirmos", comentou a jovem, que vestia quimono com estampa étnica em tons de rosa e franjinhas nas pontas, chapéu de abas largas estilo fedora preto e uma combinação de colares curtos e longos.

Outras jovens optaram pelo estilo gótico suave e compuseram o visual com batons em tons bem escuros, inclusive o preto, roupas justas com tiras, 'bodychains' (colares usados no corpo, ao redor de cintura, ombros e quadris) e botas militares.

A seguir, as cinco tendências mais vistas nesta edição do Rock in Rio:

Quimonos
Além de agregar estilo aos looks, a peça ajudou a proteger as roqueiras do clima ameno na hora de voltar para casa, depois da maratona de shows.

Predominaram peças em chiffon, crochê e seda. O comprimento variava dos quadris até os pés. A maioria tinha estampas étnicas e em tons quentes.

Franjas e crochê
Presente em saias, bolsas, botas, quimonos e tops, a tendência das franjas foi uma das mais fortes do evento, dando às peças das um look retrô e esvoaçante.

Da mesma forma, o crochê, um sucesso desde os tempos das avós, voltou com tudo nos acabamentos de blusas cropped (que deixam a barriga de fora), quimonos e maiôs. No calor de verão que predominou nos sete dias de festival, o tecido ajudou a deixar as roupas mais leves e frescas.

Óculos 'rounded'
Indispensáveis para se proteger do sol forte na chegada à Cidade do Rock, os óculos escuros preferidos dos roqueiros foram os de armação redonda e lentes espelhadas, dando um colorido a mais ao visual.

Chapéu Fedora
Para proteger os cabelos do sol inclemente que chegou a passar dos 35°C, muita gente optou pelo chapéu fedora, que virou febre no site de compartilhamento de fotos Instagram. O acessório com abas largas e redondas apareceu principalmente na cor preta.

Camponesas indies versus góticas suaves
Os dois estilos mais vistos durante o festival foram o campestre boho, presente em tons claros, rendas, peças em couro, ombros de fora e franjas, e os tons suaves e escuros do gótico.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA