Box especial comemora os 30 anos do Rock in Rio

Cantores e bandas nacionais gravaram sucessos de outros artistas. Baby do Brasil, Cidade Negra, Marcelo D2, entre outros, participaram do projeto

por Diego Ponce de Leon 14/09/2015 14:40

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Vera Donato / Divulgação
Baby do Brasil compareceu à festa de lançamento do box, na capital carioca (foto: Vera Donato / Divulgação)
Rio de Janeiro - Ainda antes do maior festival do planeta, que toma conta da capital carioca entre os dias 18 e 27 de setembro, o público terá a chance de entrar no clima festivo por meio do Rock in Rio 30 Anos Box Brasil, encomendado para celebrar a data especial. Em formatos de DVD, CD, Blu-Ray e box completo com livro de partituras, o material segue a premissa de intercâmbio musical promovida pelo festival e traz belos encontros entre os maiores artistas do país que já pisaram em um palco do Rock in Rio.

De forma a surpreender o fã e ouvinte, as bandas e cantores foram convidados a cantar sucessos alheios. Ninguém poderia gravar composições ou hits próprios. Pitty gravou Novos Baianos. A musa Baby do Brasil retribuiu a gentileza e registrou Semana que vem, da Pitty, e ainda atacou de Rita Lee com Agora só falta você. Cidade Negra foi de Planet Hemp. Fernanda Abreu se aventurou com Palco, de Gilberto Gil. E por aí vai. Erasmo Carlos, Frejat, Jota Quest, Dinho Ouro Preto, Marcelo D2, Paralamas do Sucesso, Skank e Paula Toller também participam.

“Minha relação com o festival é a mais íntima possível. Estou em casa e não teria como deixar de participar”, soltou Toni Garrido, ao lembrar que ele passou por quase todas as edições do evento, inclusive, no exterior. “Só não estive na Espanha. Em todas as outras iniciativas, marquei presença”. No disco, Toni entoou Legalize já, do Planet Hemp, e Fazendo música, jogando bola, de Pepeu Gomes.

Falando em Pepeu e Novos Baianos, Baby do Brasil era só alegria durante o lançamento. A cantora adorou ter gravado a baiana Pitty e participado do projeto. Além do box, Baby também dá as caras na edição deste ano do Rock in Rio, em uma apresentação que já está sendo considerada épica. “Eu participei da primeira edição, ao lado de Pepeu. E volto agora, 30 anos depois, com ele no palco. Na plateia, meu filho Kriptus, de quem eu estava grávida de oito meses quando cantei, em 1985. Será tudo muito forte, de muita emoção”, disse.

A artista aparece como uma das principais atrações do palco Sunset, ponto de encontro e troca entre artistas e público. Ao lado do ex-marido e companheiro musical Pepeu Gomes, Baby deve protagonizar um dos momentos mais esperados do festival. Mal sabe o público jovem, sempre em frenesi por conta das atrações pop, que a história não se fará no Palco Mundo, mas no reencontro e apresentação de dois não tão novos baianos. No stage ao lado.

Rock In Rio 30 anos Box Brasil 
Vários artistas. Vendido em formato de CD, DVD, Blu-Ray e box especial, com todo o material além de um livro de partituras. Universal Music. 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA