Primeiro disco da Legião Urbana será relançado em edição especial

Turnê comemorativa terá André Frateschi nos vocais, além de outros convidados, e começa em outubro

por Helvécio Carlos 10/09/2015 10:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Musickeria/Divulgação
Marcelo Bonfá e Dado Villa-Lobos voltarão à estrada em meados de outubro (foto: Musickeria/Divulgação)
Rio
– Ano de efemérides musicais, 2015 será especial para o Brasil. A mais esperada das comemorações é o lançamento da edição especial do primeiro disco da Legião Urbana, que completa três décadas. O CD duplo vai reunir todas as faixas do álbum original, além de canções de demos gravadas pela banda em Brasília e para a EMI Música. A turnê comemorativa vai começar em meados de outubro. A Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá vão se juntar o vocalista André Frateschi, encarregado de assumir o microfone que pertenceu a Renato Russo (1960-1996), e outros convidados.

“Tem ainda alguns registros ao vivo da Legião por aí.  Vem sendo muito divertido rever toda essa história”, conta Dado Villa-Lobos, que participou, anteontem, do lançamento do Box Brasil, que marca os 30 anos do Rock in Rio. O festival será realizado de 18 a 27 deste mês, na capital fluminense. A caixa reúne dois discos, DVD, Blu-ray e um livro com partituras das canções de bandas brasileiras que passaram pelo evento. Detalhe: as faixas foram gravadas por intérpretes diferentes das versões originais. Ao Jota Quest, por exemplo, coube Decadence avec elegance, sucesso na voz de Lobão; Skank canta Andar com fé, de Gilberto Gil; e Pato Fu fez a releitura de Seu espião, hit do Kid Abelha.

HISTÓRIA
Dado foi um dos últimos a chegar à casa de shows, no Rio de Janeiro, onde a banda Suricato foi a grande atração, interpretando canções do Box Brasil. “Acabei de voltar do ensaio. Melhor impossível, estamos com amigos que têm a ver com toda a história da Legião. Eles entendem o que o grupo representa para o público, para nós mesmos e para eles”, afirmou o guitarrista, citando Lucas Vasconcelos (Letuce) e Maurinho Berman (baixista de Marcelo D2), entre outros convidados para a turnê. “Com André, trabalhei em um projeto de cover dos Beatles. Ele acompanha a Legião desde os 11 anos”, contou.

Dado costuma dizer que a banda foi simplesmente o ofício dele, de Renato Russo e de Marcelo Bonfá. “Escrevíamos músicas e fazíamos discos. Éramos uma banda de rock. Só isso. Mas aquilo foi além de nossas expectativas. E foi incrível”, admitiu.

O guitarrista falou da importância dos 12 anos de carreira da Legião e, sobretudo, das três décadas do álbum de estreia. “Aquele disco foi um grande desafio. O produtor da primeira demo foi embora; o segundo também. Persistimos muito durante um ano até conseguir gravar com o Jorge Davidson, que acreditou na gente. Não fosse ele, provavelmente teria ido embora”, revelou Dado, que completa 50 anos em 2015. “Este é um momento muito importante”, garantiu ele. Os fãs agradecem.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA