Mineiro montou estúdios nas casas de estrelas como Alicia Keys e Ivete Sangalo

Renato Cipriano é responsável pela instalação de ambientes profissionais nas residências de celebridades do mundo da música

por Carolina Braga 07/09/2015 00:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Estudios WSDG/Divulgação
Cantora e pianista americana Alicia Keys montou estúdio em casa com especificações de Cipriano (foto: Estudios WSDG/Divulgação)
A lista de projetos de estúdios construídos nas residências dos artistas assinados pelo engenheiro de som mineiro Renato Cipriano é surpreendente. Ele é o representante brasileiro da WSDG (Walters-Storyk Design Group), empresa de engenharia especializada em consultoria acústica e construção.

 

Leia também: músicos explicam os benefícios de manter um estúdio em casa


Com profissionais dos escritórios dos Estados Unidos, Suíça e Argentina, ele atuou na construção dos estúdios de Alicia Keys, Phill Collins e Bruce Springsteen. No Brasil, é dele, por exemplo, o estúdio construído no apartamento de Ivete Sangalo em Salvador. Frejat, Daniela Mercury, Durval Lellys, Hebert Vianna e Daniel são outros clientes ilustres. “Um começa a ver a casa do outro e quer também”, conta, antes de embarcar para mais uma empreitada em Salvador.

Estudios WSDG/Divulgação
Ivete Sangalo e Carlinhos Brown nas instalações assinadas pelo mineiro na casa da baiana (foto: Estudios WSDG/Divulgação)

Renato trabalhou tanto em projetos de estúdios que são pensados junto à construção da casa, como na adaptação de edificações já prontas, como foi o caso de Ivete Sangalo. Em todos os casos, o valor da obra depende principalmente do uso que o artista deseja para o espaço.


“É uma construção atípica, demanda uma mão de obra especializada, e isso faz com que seja cara”, afirma. Por exemplo, o isolamento acústico pode variar entre R$ 5 mil e R$ 7 mil o metro quadrado. Já para os equipamentos, como Renato brinca, o céu é o limite: “É igual a comprar um carro. Você pode gastar US$ 100 mil ou muito menos do que isso”.



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA