Onde ir no fim de mês? Separamos opções de diversão em conta na noite de BH

Bares no Centro e espaços alternativos de shows são opções de balada mais barata na capital

por Júlia Boynard 31/07/2015 00:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Túlio Santos/EM/D.A Press
Ao lado do Viaduto Santa Tereza, Baixo Centro Cultural cobra R$ 15 de entrada; apesar do preço em conta, é comum que frequentadores fiquem reunidos de fora da casa, onde também há bar (foto: Túlio Santos/EM/D.A Press )
Fim de mês é sempre a mesma coisa: falta dinheiro, mas nem por isso a animação acabou. Em tempos de crise, gastar pouco é lei. O Divirta-se ajuda a montar roteiros mais em conta. Detalhe: quem não quiser ir de ônibus ou metrô pode dividir o táxi – ou recorrer ao Uber –, compartilhando a corrida com os amigos.

 

Veja também: exposições de artes visuais são o melhor da entrada franca em BH

 

O Centro de Belo Horizonte é sempre uma opção para quem tem pouco dinheiro no bolso. Botecos da região oferecem cerveja long neck por preços mais honestos (em média R$ 5), servindo porções mais robustas. Não há muito glamour, mas isso não prejudica a noitada. Bares do Edifício Maletta – o point do Centrão – cobram um pouco mais e atraem multidões de jovens, sobretudo nos fins de semana.

No Bairro do Carmo, na Região Centro-Sul, o Bucaneiro Barezinho é uma boa opção. O carro-chefe da casa são os shots (de R$ 5 a R$ 9). Quem prefere cerveja paga R$ 6,40 pela mais barata do cardápio. Dividir a jarra de 1,5l de sangria (R$ 35) com os amigos também é uma boa. Entre os petiscos, a porção de nachos com carne moída para quatro pessoas custa R$ 28,50.

 

BALADA
Quem gosta de badalar não precisa ficar trancado em casa nesta época, quando sobra mês e falta grana. No bar dançante A Obra, na Savassi, ícone da cena cult de BH, o fim de semana é de rock. Sexta-feira e sábado, a entrada custa R$ 25.

 

Lá dentro, bebidas têm preço mais salgado, mas a moçada não se intimida em fazer o esquenta no posto de conveniência ao lado, que vende cerveja a partir de R$ 4,50, ou na loja SOS Goró, com mais opções de bebida e preços em conta.

No Baixo Centro Cultural, ao lado dos pilotis do Viaduto Santa Tereza, a programação desta sexta-feira, 31, é a festa Sua. No sábado, o vinil será o astro do projeto Alta Fidelidade. A casa cobra R$ 15 de entrada, mas muitos frequentadores preferem ficar na porta. Há bar dentro e fora do espaço, com cerveja a partir de R$ 5 e caipirinha a R$ 12. Para matar a fome, sanduíches e pão de queijo recheado. Na Rua Aarão Reis, carrinhos de cachorro-quente e espetinhos atraem a freguesia.

BAILE E RAP

No Benfeitoria, na Rua Sapucaí, a programação é eclética. Nesta sexta, o Baile da Teresa esquenta a pista com soul e funk. Ingressos a partir de R$ 20. Já no sábado, 1º, a maratona será extensa. A partir das 18h, o rap entra em cena: será exibido o documentário Sabotage: maestro do Canão, sobre o ícone do hip-hop brasileiro, assassinado aos 29 anos, seguido de bate-papo com o diretor Ivan 13 DP e Sabotinha, filho do músico, que segue a trilha do pai.

A festa, que começa às 20h, terá shows de Sabotinha e do mineiro Matéria Prima, além de performance de DJs. Quem quiser participar dos dois eventos paga R$ 25. A casa oferece cervejas (a partir de R$ 5) e vinho. Na rua, vendedores ambulantes vendem cerveja por R$ 5 (lata grande).

 

Pedro Gontijo/Divulgação
(foto: Pedro Gontijo/Divulgação)


Ainda nesta sábado, a partir das 22h, o Puta Espaço Cultural, na Avenida Santos Dumont, 574, apresenta Elizia e a banda Superegos, com performances de Kícila Sá e Rodrigo Piteco. Entrada: R$ 10 (só dinheiro). Bebida a partir de R$ 6.
Marcos Vieira/EM/D.A Press
Botecos do Centro de BH oferecem bons preços e pouco glamour; bares do Maletta tentam equilibrar a equação cobrando um pouco mais e reunindo multidões aos fins de semana (foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press)
A OBRA
Rua Rio Grande do Norte, 1.168, Funcionários. A partir das 22h

BAIXO CENTRO CULTURAL
Rua Aarão Reis, 554, Centro.
A partir das 22h

BENFEITORIA
Rua Sapucaí, 153, Floresta

BUCANEIRO BAREZINHO
Rua Montes Claros, 738, Carmo.
A partir das 18h30

EDIFÍCIO ARCÂNGELO MALETTA
Rua da Bahia, 1.148, Centro. Bares funcionam no fim de semana

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA