Nicki Minaj se diz discriminada por não-indicação de 'Anaconda' ao prêmio máximo do VMA

Produção concorre na categoria Melhor clipe feminino, mas acabou excluída da disputa por Vídeo do ano e Melhor coreografia

21/07/2015 17:19

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Republic Records/Divulgação
Minaj insinuou cunho racista na exclusão: ''Se eu fosse um 'tipo' diferente de artista teria sido indicada'' (foto: Republic Records/Divulgação)
A lista de indicados ao Video Music Awards (VMAs),divulgada nesta terça-feira, 21, não deixou Nicki Minaj satisfeita. A premiação da MTV norte-americana colocou o clipe da rapper para 'Anaconda' na disputa por Melhor vídeo feminino, mas excluiu a produção de modalidades centrais como Vídeo do ano e Melhor coreografia. "Se eu fosse um 'tipo' diferente de artista, 'Anaconda' teria sido indicado a Melhor coreografia e Vídeo do ano", comentou a artista pelo Twitter.

 

Confira a lista completa de indicados ao VMA 2015

 

Minaj ainda usou a rede social para apontar as diversas formas como o clipe repercutiu mundialmente desde o lançamento, em agosto do ano passado. "Era impossível entrar em redes sociais sem ver pessoas imitando a foto da capa, coreografia, figurinos no Halloween... Um impacto como esse e nenhuma indicação a Vídeo do ano?", questionou a cantora.

 

À época, 'Anaconda' quebrou recordes da plataforma Vevo como o vídeo mais assistido nas 24 horas de estreia: 19,6 milhões de visualizações. Atualmente, o vídeo acumula mais de 488 milhões de visitas.

 

As mensagens de Nicki deixavam a entender alguma forma de discriminação contra ela, que fez questão de colocar entre aspas as referências a cantoras que poderiam ter conquistado a indicação com um trabalho do mesmo nível. "Quando as 'outras' garotas soltam um vídeo que quebra recordes e gera impacto cultural, elas ganham essa indicação", salientou.

 

 



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA