Pequeno Cidadão mostra em BH canções para crianças de todas as idades

Grupo é formado por Edgard Scandurra, Taciana Barros, Antônio Pinto e seus oito filhos

por Mariana Peixoto 10/04/2015 08:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Fernando Martinho/Divulgação
(foto: Fernando Martinho/Divulgação)
Estela tinha apenas cinco anos quando subiu ao palco para cantar pela primeira vez. Hoje, aos 11, já tem uma consciência maior de seu papel. Sabe quando errou a letra, quando desafinou. Mas também tem um posicionamento melhor de palco e serenidade. Quem faz a avaliação é seu próprio pai. O guitarrista Edgard Scandurra é uma das cabeças do Pequeno Cidadão, projeto criado em 1999 por ele, sua ex-mulher, a tecladista Taciana Barros, e o músico e compositor Antônio Pinto.


Com dois álbuns lançados (em 2009 e 2012), o grupo reúne o trio central com seus filhos. São oito, ao todo, como Daniel, o baixista da banda, com 27 anos, até a caçula Estela. Neste fim de semana, a turma faz dois shows, ambos no domingo, no Teatro Bradesco.

Nem sempre os oito filhos estão no show. “O objetivo não foi transformá-los em profissionais”, diz Scandurra. Cada um vai fazendo seu próprio caminho. Manu, a filha de Antônio Pinto, está gravando seu primeiro disco com 15 anos. Já Joaquim, filho de 16 anos de Scandurra, resolveu dar um tempo do grupo. “Acho que daqui a uns dois anos, quando passar a fase de ele querer se firmar como adulto, deve voltar.”

DO POP AO ROCK No show, o grupo apresenta canções que vão do pop ao rock psicodélico. Os temas são caros ao universo infantil: respeito com os animais, esporte, cidadania, ecologia. Para além da música, há ainda apresentação de malabares e vídeos.

Scandurra, que hoje se apresenta em Contagem e amanhã em Conselheiro Lafaiete com o Ira!, acredita que, a despeito da passagem do tempo, o Pequeno Cidadão poderá manter o formato de adultos e crianças. “O ideal não é ter uma banda só com os nossos filhos, mas com crianças que tenham o sonho de cantar. A Taciana, que é líder do projeto, quando viu que havia uma certa resistência das crianças mais velhas, começou a convidar filhos dos amigos para participar. Também já expandimos para um concurso de calouros, já que o Pequeno Cidadão nunca quis ser uma Família Dó-Ré-Mi”, conclui.

DIVERSÃO EM CENA

Pequeno Cidadão. Domingo, às 16h e às 19h, no Teatro Bradesco, Rua da Bahia, 2.244, Lourdes. Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia).

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA