Zabelê lança primeiro álbum solo depois do fim do trio SNZ

Com produção de Domenico, CD conta com a participação de nomes que compõem a nata da nova geração brasileira

por Ailton Magioli 24/03/2015 08:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Sergio Menezes/Divulgação
A cantora Zabelê, filha de Baby do Brasil e de Pepeu Gomes, que lança álbum homônimo (foto: Sergio Menezes/Divulgação)
Longe da desgastada fórmula de simplesmente se dedicar a fazer cover dos pais, Zabelê, de 39 anos, filha de Baby do Brasil e de Pepeu Gomes, chega ao primeiro disco solo (homônimo) prometendo conquistar um lugar próprio no show business contemporâneo.

O álbum 'Zabelê' tem produção independente, assinada por Domenico, e reúne a nata da atual música jovem feita no Brasil. Tocando ou assinando a composição, lá estão André Carvalho, Pedro Sá, Kassin, Marcelo Callado, Alberto Continentino, Moreno Veloso, Gustavo Benjão, Rubinho Jacobina e, bendito é o fruto entre os rapazes, Luísa Maita, autora da faixa 'Na paz'.

“Certo, vamos praticar o bem/Conectar o corpo/Olhar o novo”, recomendam, em boa hora, os versos iniciais de 'Prática', de André Carvalho, com a qual Zabelê abre o instigante disco. Puxada por 'Nossas noites', de Alberto Continentino e Domenico, Zabelê reúne uma série de referências essenciais na formação da moça, que vão desde a balada pop ao bolero, passando por Henry Mancini e Burt Bacharach, literalmente citados na faixa, que vai ganhar clipe.

O show de lançamento deve ser no mês que vem, em São Paulo. A cantora já ensaia a performance com banda desde fevereiro. Mestre Marcos Valle dá seu aval no material de divulgação do disco: “Zabelê está com uma delícia de timbre e ginga, em companhia de uma moçada que cria, inventa, renova, a cada timbre, a cada arranjo, a cada canção”.

A própria Zabelê cuida de esclarecer que a mãe, Baby do Brasil, não tem nenhuma influência no atual momento de sua vida. ”Já a tenho no DNA, no sangue, no rosto. A minha faculdade musical são meus pais e todas as gerações posteriores e anteriores que eles me aplicaram”, traduz, sem negar o timbre vocal parecidíssimo com o de Baby.

Do pai, Pepeu Gomes, Zabelê acredita ter herdado o bom humor. “Sou igual a ele na espontaneidade, no riso solto e na alegria de viver sorrindo. Desde a infância meu pai sempre brincou muito com a gente”, diz, ressaltando a herança genética dos pais Novos Baianos, que fizeram história na música pop brasileira dos anos 1970.

As influências da cantora, que vão da música pop ao jazz, passando pela bossa nova, também são evidentes em Zabelê. Ela afirma que a demora em assumir a carreira solo, depois do fim do grupo SNZ, em 2009, que integrou ao lado das irmãs Sarah Sheeva e Nãna Shara, foi necessária para ela. “O tempo só ajudou a oxigenar”, afirma.

Longe da trilha gospel trilhada pelas irmãs, Zabelê tem tudo para seguir em caminho solo, garantindo espaço no disputado mercado brasileiro, onde as mulheres sempre predominaram.

Se por um lado na estreia ela evitou associar o nome à marca Novos Baianos, por outro, faz questão de trazer à tona uma outra família. A que ela diz formar com Domenico, Pedro Sá e Moreno Veloso (com quem faz dueto em 'Cara de cão', de Gustavo Benjão e Domenico).

“É uma galera musical absurda. Convivemos desde a Escola Senador Corrêa, no Rio, onde estudamos.” A escolha de Domenico para produzir o disco solo de estreia, portanto, está explicada. “Pensei nele neste momento novo da minha vida. Para me ajudar a descobrir quem é Zabelê, quem é a cantora. Enfim, partimos para buscá-la sem maquiagem, sem máscaras, sem mágicas”, conclui a cantora, cuja singeleza remete inevitavelmente à Baby do Brasil jovem.

• FAIXA A FAIXA

» 'Prática', André Carvalho
» 'Céu', Zabelê, Pedro Sá e Domenico
» 'Enquanto desaba o mundo', Kassin
» 'Atenção', Marcelo Callado
» 'Colado', Alberto Continentino e Domenico
» 'Na paz', Luísa Maita
» 'Nossas noites', Alberto Continentino e Domenico
» 'Cara de cão', Gustavo Benjão e Domenico
» 'Livre', Domenico
» 'Sabadá', Rubinho Jacobina

Ouça prévia do disco 'Zabelê':

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA