Sete cantoras mineiras sobem ao palco d'A Autêntica, neste sábado

Show 'Inéditas' mostra a diversidade e a força da música mineira

por Ana Clara Brant 06/03/2015 08:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Jean Nunes/Divulgação
Camila de Ávila e Carol Serdeira (atrás); Nathy Faria, Deh Mussulini e Júlia Branco (sentadas) e Malvina (no chão) vão cantar no Autêntica (foto: Jean Nunes/Divulgação)
Às vésperas do Dia Internacional da Mulher, sete cantoras mineiras vão se reunir num show cujo nome já diz tudo: 'Inéditas'. A ideia partiu de Nathy Faria, aliás, uma das participantes do projeto, que tem como objetivo apresentar para o grande público a diversidade da arte musical de Belo Horizonte e um repertório bem variado. Além da potência da voz soul de Nathy, vão subir no palco da casa de shows A Autêntica, recém-aberta na Savassi, o samba jazz de Carol Serdeira, o pop delicado de Julia Branco, a MPB singular de Deh Mussulini, toda a brasilidade do som de Camila de Ávila, a tropicalidade de Malvina Lacerda e a força do hip-hop de Bárbara Sweet. As artistas estarão acompanhadas dos músicos Aloísio Horta no baixo, Samy Erick no violão e guitarras, Fernando Delgado na bateria, e direção musical do saxofonista Breno Mendonça.

As convidadas desta primeira edição – já que a empreitada deve se tornar mensal – estão mais do que empolgadas com a iniciativa como Deh Mussulini. “Essa coisa de reunir é muito do mineiro e o interessante é que juntamos sete cantoras com estilos e gêneros completamente diferentes uma da outra. Trabalho mais com o rock, aí vem a outra que é mais MPB e de repente pinta uma que segue o samba e surge um som completamente novo”, celebra.

Varandas


Deh, que em maio lança o disco autoral 'Varanda aberta', no Cine Theatro Brasil, num show ao lado do violonista Lucas Telles, explica que na apresentação de amanhã cada uma das convidadas vai cantar sozinha com a banda, depois ao lado das demais artistas e, no fim, o clímax, com a presença de todas. “Tem um momento solo, depois o cruzamento de uma com a outra e o desfecho de todo mundo junto, cantando uma música do Sérgio Pererê. Esse encontro é bem legal porque é só de mulheres e perto do nosso dia. Tem todo um simbolismo. Tenho percebido vários movimentos femininos musicais”, destaca.

A colega Camila de Ávila é outra que enaltece o projeto e acredita que vai ser uma experiência única para todas. Cada uma vai interpretar canções das outras, mas como Camila é a única que não é compositora, sugeriu duas faixas do seu disco, criações de Rodrigo Salvador. “Nunca imaginei, por exemplo, cantar rap na minha vida e isso vai acontecer. É sempre bom experimentar”, comenta.

Para a cantora, um dos feitos importantes do evento é abrir espaço para cantoras que não fazem parte da chamada “panelinha” poderem apresentar seus trabalhos. “A gente sabe que é um circuito bem fechado e tem muita gente nova e talentosa que está tentando aparecer e mostrar o seu valor. Essa iniciativa é mais do que apropriada”, conclue.

Show Inéditas

Com as cantoras Nathy Faria, Carol Serdeira, Julia Branco, Deh Mussulini, Camila de Ávila, Malvina Lacerda e Bárbara Sweet. Sábado, a partir das 22h, na A Autêntica (Rua Alagoas 1.172, Savassi). Ingressos: R$25. Informações: (31) 3017-2559 e 3018-6169.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA