Nova sede da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais é inaugurada com concerto

Antes da apresentação da orquestra mineira, regida pelo maestro paulista Fabio Mechetti, também seu diretor artístico, houve uma solenidade oficial, onde discursaram autoridades do Estado e o maestro Fabio Mechetti

por Ana Clara Brant 27/02/2015 23:32

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Marcos Vieira/EM/D. A. Press
Apresentação de inauguração, nesta sexta-feira, foi somente para convidados (foto: Marcos Vieira/EM/D. A. Press)
Foi inaugurada na noite desta sexta-feira a Sala Minas Gerais, nova sede da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, no Barro Preto. O concerto inaugural, que estava praticamente lotado, contou com a presença de autoridades, artistas, músicos, políticos, e jornalistas.

Antes da apresentação da orquestra mineira, regida pelo maestro paulista Fabio Mechetti, também seu diretor artístico, houve uma solenidade oficial, onde discursaram o diretor presidente do Instituto Filarmônica, Diomar Silveira; o próprio Mechetti que exaltou o papel transformador da música e a importância da sala Minas Gerais no projeto da Filarmônica; o presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), Marco Antônio Castello Branco e o secretário estadual de Cultura, Angelo Oswaldo que, em nome do governador Fernando Pimentel - que não compareceu ao evento - reafirmou o compromisso de concluir o edifício da sede da Orquestra Filarmônica, assim como os que vão abrigar a Rede Minas de Televisão e da Rádio Inconfidência, que integram o Centro de Cultura Presidente Itamar Franco.

Assista trecho da apresentação da Orquestra Filarmônica


A apresentação desta sexta, só para convidados, teve no repertório, o Hino Nacional Brasileiro, de Francisco Manuel da Silva, e a emblemática Sinfonia nº2 em dó menor, Ressurreição, de Gustav Mahler.

Fabio Mechetti destacou a importância do compositor austríaco de origem boêmia. "Ele era conhecido pelo seu perfeccionismo e simboliza essa força da música enquanto instrumento transformador. Mahler nos eleva. Não nos diminui", opinou. Neste sábado (28), o mesmo concerto vai se repetir, porém, será aberto ao público.

Concerto de Abertura da temporada 2015 na Sala Minas Gerais

Sábado, 28/2, às 20h30. Sala Minas Gerais. Rua Tenente Brito Melo, 1.090, Barro Preto, (31) 3219-9000. Ingressos: R$ 30 (balcão palco), R$ 40 (mezanino), R$ 50 (balcão lateral), R$ 70 (plateia central) e R$ 90 (balcão principal).

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA