Raimundos lança DVD 'Cantigas de garagem', gravado em estúdio

Trabalho é baseado no CD 'Cantigas de roda', lançado no início do ano

por e Mariana Peixoto 30/12/2014 10:06

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Patrick Grosner/divulgação
A banda brasiliense Raimundos relembra sucessos do início de carreira no DVD 'Cantigas de garagem' (foto: Patrick Grosner/divulgação)
O mundo dá voltas e voltinhas, muitos já disseram. Pois o mundo do Raimundos virou de cabeça para baixo mais de uma vez. A banda, que abre três shows do Foo Fighters em janeiro – dia 28, na Esplanada do Mineirão, em BH –, é a mesma que representou tanto o renascimento do rock brasuca nos anos 1990 quanto a decadência do gênero. Graças a conflitos pessoais e à saída de vários de seus integrantes, o grupo quase implodiu na década passada. Fênix do rock nacional, o renascido Raimundos chega agora ao seu terceiro DVD, 'Cantigas de garagem'.

O título faz referência ao elogiado álbum que o gerou, 'Cantigas de roda'. Lançado no início de 2014, o trabalho, apesar dos tempos politicamente corretos, dá espaço para o humor desbocado com direito a palavrões, baixaria e misoginia. Formado por Digão (voz e guitarra) e Canisso (baixo) – remanescentes da formação original –, mais Marquim (guitarra) e Caio (bateria), Raimundos lançou 'Cantigas de roda' de maneira independente. O grupo conseguiu recursos para a gravação de seu primeiro trabalho inédito em 12 anos por meio de crowdfunding, a chamada vaquinha virtual.

Pois 'Cantigas de garagem', CD e DVD, mostra que o grupo está no caminho certo. Diferentemente do álbum anterior, indie, este chega ao mercado pela Som Livre. A priori, é um trabalho para o fã que estava atrás de um registro ao vivo. O quarteto se reuniu no estúdio Nacena, em São Paulo, para uma gravação simples, limpa e sem firulas.

REPERTÓRIO Sem plateia, os músicos executam as 12 faixas de Cantigas de roda na mesma sequência do álbum anterior. Tem hardcore ('Rafael', 'Descendo na banguela'); punk rock ('Baculejo', claramente influenciada pelos Ramones, banda que também é referência na power balad 'Cera quente'); forró-core ('Gato da Rosinha', do cantor e sanfoneiro pernambucano Zenilton); e dub ('Dubmundos').

Ao reproduzir o CD, o DVD ao vivo traz as mesmas participações das gravações originais: Frango, da banda Galinha Preta, e os rappers Cipriano e Sen Dog. Esse último, integrante do Cypress Hill, não está de corpo presente, só há o registro de sua voz.

Para não ficar na mera reprodução do repertório mais recente, o Raimundos aumentou o set list em cinco canções. Boa notícia para os fãs de primeira hora da banda de Brasília: foram incluídos quatro de seus maiores sucessos da fase inicial, ainda sob o comando de Rodolfo. Lá estão, com Digão nos vocais, 'Eu quero ver o oco', 'Esporrei na manivela', 'Be a bá' e 'Puteiro em João Pessoa'. Estão longe do registro original, mas já é alguma coisa, sobretudo para o público jovem que está sendo apresentado ao Raimundos somente agora.


FAIXAS

  • 'Cachorrinha'
  • 'Bop'
  • 'Baculejo'
  • 'O gato da Rosinha'
  • 'Cera quente'
  • 'Rafael'
  • 'Descendo na banguela'
  • 'Dubmundos'
  • 'Nó suíno'
  • 'Importada do interior'
  • 'Gordelícia'
  • 'Politics'
  • 'Mas vó...'
  • 'Eu quero ver o oco'
  • 'Esporrei na manivela'
  • 'Be a ba'
  • 'Puteiro Em João Pessoa'

  • Extras: Making of de 'Bop', 'Gordelícia', 'Baculejo', 'Cachorrinha' e 'Nó suíno'

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA