Madonna comenta vazamento de novo disco: ''isso é estupro artístico''

Popstar pede aos fãs que ignorem a publicação irregular de 13 faixas inéditas, que estariam em seu próximo álbum de estúdio

por Fernanda Machado 17/12/2014 14:47

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Marcus Piggot e Mert Alas/Interview Magazine/Divulgação
Popstar afirma que canções divulgadas nesta quarta-feira foram ''roubadas há muito tempo'' (foto: Marcus Piggot e Mert Alas/Interview Magazine/Divulgação)
Madonna usou o Instagram para pronunciar-se nesta quarta-feira, 17, sobre o vazamento de 13 faixas inéditas, criadas para seu próximo álbum de estúdio. "Isso é estupro artístico! Estas versões vazadas são 'demos', metade nem entraria no meu álbum e a outra metade evoluiu e mudou", escreveu a artista, que ainda classificou o ato como "uma forma de terrorismo".

 

Em novembro, a popstar já havia feito apelo para que seus fãs não baixassem o material divulgado irregularmente — à época, apenas 'Rebel heart' e 'Wash all over me' tinham caído na rede. Com a chegada de novas canções a público, ela ressaltou a gratidão com os seguidores que respeitaram sua vontade. "Obrigada por não ouvir! Obrigada por sua lealdade! Obrigada por esperar".

 

Veja fotos do ensaio mais recente de Madonna

 

Com a publicação de outras 11 composições, a cantora foi ainda mais enfática sobre a qualidade: "Se você ouviu, saiba que são 'demos' não-finalizadas, roubadas há muito tempo e que ainda não estão prontas para ser apresentadas ao mundo". A equipe de Madonna trabalha para derrubar os links que disponibilizam o material. "Por que as pessoas querem destruir o processo artístico? Por que roubar? Por que não me dar a oportunidade de finalizar e dar a vocês o meu melhor?", desabafou.

 

As faixas divulgadas nesta quarta-feira incluem produções assinadas por Diplo e Aviici, além de uma colaboração com o Coral da Comunidade Gospel de Londres. Ainda sem título divulgado, o novo álbum de Madonna tem lançamento previsto para março e ainda conta com participações de Natalia Kills, Alicia Keys e um grande time de produtores. A publicação do sucessor de 'MDNA' (2012) deve ser seguida por uma turnê mundial.



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA