Bob Dylan regrava joias de Sinatra com tecnologia dos anos 1940

Veterano do folk dispensou cabines de som e fones de ouvido ao interpretar canções consagradas de Frank para seu novo álbum, 'Shadows in the night'

por Fernanda Machado AFP 09/12/2014 18:42

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

AFP PHOTO
Tributo de Dylan a Sinatra, 'Shadows in the night' chega às lojas em fevereiro (foto: AFP PHOTO)
O novo álbum de Bob Dylan, cujo lançamento estava cercado de mistério, acabou com todos os segredos: chegará às lojas em fevereiro com versões de clássicos de Frank Sinatra gravados com o maior minimalismo em estúdio. Dylan já havia confirmado que estava trabalhando em seu álbum de número 36, intitulado 'Shadows in the night', mas nada se sabia sobre a natureza do projeto.

 

Confira um dos hits de Sinatra regravado por Bob Dylan:

 

 

No álbum, a lenda do rock de 73 anos canta dez canções de Sinatra, em sua maioria dos anos 40. "Queria fazer algo como isso faz tempo", afirmou Dylan em um comunicado, acrescentando que ele e sua banda simplesmente gravaram as canções sem fones e sem cabines de som. "O que fizemos basicamente foi descobrir as canções. Tirá-las do túmulo e trazê-las à luz do dia", acrescentou.

O álbum inclui uma canção que já havia sido lançada por Dylan, 'Full Moon and Empty Arms', interpretada por Sinatra em 1945. Também tem um "cover" de 'Autumn Leaves', que foi interpretada pela primeira vez em francês como 'Les Feuilles Mortes' por Yves Montand, com letra do poeta Jacques Prevert.  'Shadows in the Night' sai à venda em 2 de fevereiro na Europa e em 3 de fevereiro nos EUA, informou a gravadora Columbia Records. Seu último álbum de estúdio, 'Tempest', foi lançado em 2012.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA