Morre Mateus Olivello, baixista da banda mineira Pleiades

Músico sofreu um acidente de moto na madrugada deste domingo. Enterro acontecerá na manhã de segunda-feira

por Ana Clara Brant 30/11/2014 17:04

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Reprodução / Facebook
(foto: Reprodução / Facebook)
Um acidente de trânsito na madrugada de domingo interrompeu a carreira de Mateus Olivello, de 25 anos, baixista da banda de rock Pleiades. Ele morreu depois de cair com a moto que pilotava na Avenida Silviano Brandão, na Região Leste de Belo Horizonte. De acordo com a assessoria de imprensa da banda, Olivello teria perdido o equilíbrio e tombado a cerca de 700 metros da casa noturna onde atuava como técnico de som.

O artista, que também trabalhava no bar V8 Garage, de propriedade de seu irmão, deixou o local por volta das 4h. Poucos minutos depois, frequentadores da casa ouviram a pancada. "Fui um dos primeiros a chegar lá. Pelo que puder perceber, ele bateu na árvore: a moto foi para um canto, o capacete para o outro, e ele ficou estirado na pista. A cabeça estava sangrando. Como estava sem proteção, acredito que morreu na hora, infelizmente. Foi muito rápido", lamenta Francisco Penteado, produtor da Pleiades.

Olivello estava noivo, tinha um filho e Jéssica, noiva dele, está grávida. O bebê vai nascer até janeiro, informou o produtor.

Mateus Olivello nasceu em Belo Horizonte. Há quatro anos, fazia parte da Pleiades, criada em 2006, em BH. Seu último contato com os colegas André Bastos, André Mendonça e Vivien Tomasello ocorreu na quinta-feira. A banda varou a noite gravando a canção 'Tudo volta', uma das faixas do novo disco.

"Todas as vezes que a gente escutar essa canção vamos nos lembrar dele", comentou Francisco. "É um baque para todos. Quando o conheci, ele era muito novo. Considero os músicos como meus filhos. Mas vamos continuar na estrada até para homenagear o Mateus Olivello", prometeu Penteado.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA