Duo interpreta Tom Jobim em dois pianos na capital

Show homenageia os 20 anos da morte do compositor carioca

por Ana Clara Brant 26/11/2014 10:06

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Christoph Diewald/Divulgação
Fábio Caramuru lembra artistas que se relacionaram com a obra de Tom (foto: Christoph Diewald/Divulgação)
Um piano tocando Tom Jobim já é uma maravilha. Imagine dois. “Parece uma orquestra”, sintetiza o pianista Marco Bernardo, que, com o colega Fábio Caramuru, integra o duo Brasil em Dois Pianos. A dupla encerra hoje à noite, no Teatro Bradesco em Belo Horizonte, turnê que vem percorrendo o país em homenagem aos 20 anos da morte do maestro soberano.

Caramuru é um dos maiores especialistas em Jobim, com mestrado pela USP, sobre a obra do compositor, além de ter lançado, em 2007, o CD duplo Piano – Tom Jobim por Fábio Caramuru. Já Marco Bernardo é um dos principais experts em Radamés Gnattali do país. “Os dois têm uma relação muito interessante e o Radamés foi um dos mestres do Tom. Além do repertório com canções dos dois, vamos ter também obras de compositores ligados ao homenageado, como César Camargo Mariano, Gilberto Gil, Vinicius de Moraes e Egberto Gismonti”, revela Fábio Caramuru.

“Foi muito interessante e gostoso ver a reação do público em todas as cidades pelas quais passamos, sobretudo no Rio, onde nos apresentamos num espaço que tem tudo a ver com ele, o Jardim Botânico. É muito impressionante como as composições estarão sempre no imaginário das pessoas e tocam no coração delas. Acho que eu e o Marco estamos fazendo uma bela homenagem ao Tom Jobim”, diz. A apresentação de logo mais terá projeções de vídeos com entrevistas e concertos com Jobim e Radamés Gnattali.
 
'Brasil em dois pianos – Tom Jobim, 20 anos de saudade'
Hoje, às 20h30, no Teatro Bradesco, Rua da Bahia, 2.244, Lourdes. Ingressos: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). Classificação livre. Informações (31) 3516-1360

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA