Péricles se apresenta neste sábado no Chevrollet Hall

O sambista relembra sucessos dos anos 90 em show

por Fernanda Machado 07/11/2014 19:39

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
(foto: Divulgação)
 Se um cantor fosse contar e cantar a história do pagode, Péricles seria a pessoa mais indicada para a função. E é esse o mote do CD e DVD de Nos Arcos da Lapa, que o cantor apresenta amanhã no Chevrolet Hall. O segundo trabalho em carreira solo do ex-vocalista do Exaltasamba, foi gravado na Fundição Progresso, no Rio de Janeiro, e faz uma homenagem ao gênero, regravando faixas como 'Recado Para Minha Amada', do Katinguelê, e 'Beijo Doce', do grupo Pixote, hits tocados durante os anos 90. No repertório, Péricles canta sucessos do Exalta e, músicas inéditas que aparecem no disco 'Nos Arcos da Lapa'.  

"O disco quer defender o momento que o samba vive, e explicar a importância do pagode nele", conta Péricles. Seguindo uma 'cronologia musical' e para ajudá-lo na missão, o paulista recrutou Mumuzinho, Xande do grupo Revelação, San do Sambô e Ana Clara. "São nomes que representam muito bem o pagode e foi um prazer estar alguns deles para mostrar a evolução do gênero", explica o sambista. 

Com 23 anos de carreira, Péricles viu o pagode sair da fama de ser marginalizado para um gênero reconhecido. "Aos meus olhos, é muito bom, eu fico muito feliz de ver esse momento do samba. Os outros gêneros se abraçando, fazendo a boa música", pontua o cantor. Ressaltando a postura dos representantes do pagode hoje em dia, o sambista destaca alguns nomes que consagram o pagode. "Você vê aí o Thiaguinho, o Delsinho, Mumuzinho, e a Turma do Pagode, que é de um dos maiores representantes dessa geração", diz. 

Para os saudosos fãs do Exaltasamba, Péricles desconversa. "O Exalta vai ser sempre lembrado, de uma maneira bem gostosa, sempre na memória dos fãs. A gente não tem nada certo, mas quem sabe um reencontro", afirma. 

O show começa às 23h. A festa do samba será realizada no Chevrolet Hall (Avenida Nossa Senhora do Carmo, 230, Savassi). Ingressos/arquibancada: R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia-entrada). Mesas: R$ 560 (setor 1) e R$ 480 (setor 2). Informações: (31) 3209-8989.


VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA