Cantores mineiros desenvolvem show inspirado nas canções 'fossa' de Maria Bethânia

Em 'Na lama com Bethânia', Vinicius Luiz e Rafael Moreira pretendem revisitar lamentos de amor não-correspondido e dor-de-cotovelo consagrados na voz da baiana

por Fernanda Machado 06/11/2014 16:28

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Ari Gomes/Divulgação
Cantores planejam estreia em BH de show com ''vozes masculinas revivendo músicas consagradas na voz de uma mulher''; projeto conta com colaborações por financiamento coletivo na internet (foto: Ari Gomes/Divulgação)
Aos 50 anos de carreira quase completos, Maria Bethânia é fonte de inspiração para um show projetado por dois jovens artistas mineiros. Rafael Moreira e Vinicius Luiz pretendem extrair repertório das interpretações mais icônicas da baiana: aquelas ligadas ao lamento apaixonado, clássicos dos anos 1970 e 1980. O espetáculo 'Na lama com Bethânia' foi concebido pelos cantores como uma homenagem às "canções dor-de-cotovelo, com um aceno para a macumba aqui e para o Recôncavo acolá", como detalha a apresentação da ideia no site de financiamento coletivo Variável 5.

 

"A Bethânia é para nós dois uma referência muito forte, como cantora e como artista, que nós carregamos sempre", explica Rafael, que já dividiu o palco com Vinicius no show 'Da maior importância', em 2013. Ambos deram os primeiros passos na música em corais, desenvolvendo apreço — e fluência — pela interpretação de MPB nas apresentações da Anthonio Escola de Canto, em Belo Horizonte.

 

Em uma tentativa de remontar o concerto do ano passado, os amigos descobriram-se tentados à experimentação com as gravações favoritas na extensa obra da irmã de Caetano Veloso. "Era ideia do Vinicius, que tinha vontade de fazer uma festa com esse nome, para tocar esse tipo de música. Daí veio a possibilidade de transformar isso em show", detalha Moreira.

 

Munidos de registros impecáveis na discografia da cantora, os artistas montam repertório alternando a empolgação de fãs com uma ótica calculada de intérpretes. Faixas como 'Mensagem', 'Ronda' e 'Negue', indispensáveis no show, evocam tanto a veia passional de Bethânia sobre o palco quanto um lado divertido que a releitura inevitavelmente confere a canções tão conhecidas. "O repertório representa para nós as duas coisas, tanto o emocional quanto o caricato", conta Rafael. "Durante os ensaios, a mesma música pode soar emocional em determinado momento e mais divertida em outro", ele diz.

 

Crowdfunding

Para concretizar o projeto de 'Na lama com Bethânia', Vinicius Luiz e Rafael Moreira abriram a iniciativa por uma plataforma virtual de financiamento coletivo (clique para conhecer a proposta). As contribuições individuais variam de R$ 10 a R$ 60, com recompensas personalizadas que incluem pôsteres e ingressos para a estreia do show no Galpão Benfeitoria, prevista para 6 de dezembro. Para investimentos maiores, empresas interessadas recebem contrapartida no material de divulgação do show. "Queremos afogar nossas mágoas juntos, cantores e público, para depois levantar, sacudir a poeira e dar a volta por cima", afirma a dupla no convite para a iniciativa.

 

Confira em vídeo o convite de Vinicius e Rafael para 'Na lama com Bethânia':

 



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA