Tiradentes recebe última etapa do festival MIMO

Evento já levou, neste ano, concertos gratuitos para Olinda, Paraty e Ouro Preto

por Ailton Magioli 16/10/2014 07:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Mimo/divulgação
Art Metal Quinteto vai tocar nesta sexta-feira na Igreja do Rosário, no Centro Histórico de Tiradentes (foto: Mimo/divulgação)
Um diálogo entre cravo e órgão, executado pelas instrumentistas Luciana Câmara e Elisa Freixo, inaugura a primeira edição do festival Mimo em Tiradentes, nesta sexta-feira à tarde, na Matriz de Santo Antônio. O evento chega à cidade histórica depois de apresentações em Ouro Preto (MG), Olinda (PE) e Paraty (RJ).

As músicas erudita, experimental e popular compõem a programação gratuita do festival, que promoverá, nesta quinta à noite, o encontro do alemão Hans-Joachim Roedelius, pioneiro da música eletrônica popular contemporânea, com o pianista suíço Christopher Chaplin. Amanhã, será a vez do Duo Milewski, enquanto o Art Metal Quinteto se apresentará à tarde, na Igreja de Nossa Senhora do Rosário.

Amanhã à noite, no Largo do Sol, vai se apresentar o pianista João Donato. Domingo, o Trio Puelli (na Matriz de Santo Antônio) e Chico Lobo, Paulo Sérgio Santos e Márcio Malard (na Igreja de Nossa Senhora do Rosário) encerrarão o evento. Paralelamente, a cidade colonial recebe o Festival Mimo de Cinema.

Tocatas de G. Frescobaldi, sonatas de D. Scarlatti e B. Pasquini e peças de José Maurício Nunes Garcia estão no repertório do concerto inédito de Luciana Câmara e Elisa Freixo. As duas se conheceram na famosa Semana do Cravo promovida pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), na capital fluminense. Carioca com passagens pela Europa, a jovem Luciana vem desenvolvendo trabalho importante no Recife (PE). Organista oficial da Matriz de Santo Antônio, em Tiradentes, Elisa ocupa a mesma função na Sé de Mariana há 28 anos.

A chegada do Mimo à cidade colonial mineira gera muitas expectativas, afirma Elisa Freixo. “Ele é diferente, por ter um viés cultural mais forte”, observa a organista, comparando-o ao Festival Arte Vertentes, realizado há poucas semanas em Tiradentes. “Ambos se propõem a atrair um público diferenciado”, constata.

“A gente já está sentindo saudades antes mesmo de o festival começar em Tiradentes”, comenta Lu Araújo, diretora artística do evento. Empolgada, ela lembra que o festival, oriundo do Nordeste e realizado desde 2004, só ganhou visibilidade quando chegou a Ouro Preto, em 2012.

PROGRAMAÇÃO
 
>> Quinta-feira
17h – Elisa Freixo e Luciana Câmara. Matriz de Santo Antônio
20h – Hans-Joachin Roedelius e Christopher Chaplin. Matriz
 
>> Sexta-feira
11h – Duo Milewski. Matriz
17h – Art Metal Quinteto. Igreja do Rosário
21h – João Donato e Bixiga 70. Largo do Sol

>> DOMINGO
17h – Trio Puelli. Matriz
19h – Chico Lobo, Paulo Sérgio Santos e Márcio Malard. Igreja do Rosário

Programação completa: www.mimo.art.br

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA