Guitarrista Richie Kotzen mostra trabalho solo em show em BH

Músico que já tocou no Poison e Mr. Big se apresenta nesta quinta no Circus Rock Bar

por Daniel Seabra 16/10/2014 07:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Ethan Miller/AFP
(foto: Ethan Miller/AFP)
Um menino prodígio. Assim era considerado o guitarrista e vocalista Richie Kotzen, ainda quando criança. Afinal, ele começou a tocar piano aos 5 anos, influenciado pelo som do Kiss; passou para a guitarra aos 7 e montou sua primeira banda aos 12. Desde então, não largou mais o instrumento.

Com seu grupo fez alguns shows perto de sua terra natal, na Pensilvânia, nos Estados Unidos, até estourar e gravar seu primeiro disco aos 18.

O virtuose, que esteve por aqui em julho do ano passado com sua banda atual, The Winery Dogs, tocando para um grande público no Music Hall, volta à capital mineira, agora para mostrar seu trabalho solo. Ele se apresenta nesta quinta-feira, às 21h, no Circus Rock Bar.

Mas quem se lembra de Kotzen em bandas como Poison e Mr. Big é melhor esquecer. Sua carreira solo em nada lembra esses trabalhos. “Musicalmente, não há nenhuma semelhança. Para ser honesto, esses dois grupos não têm nada a ver comigo. Foram boas oportunidades para me tornar conhecido e explorar a composição com outras pessoa”, disse à revista 'Blues Rock Review'.

No Poison, um dos grandes nomes do hard (glam) rock oitentista, até que seu estilo se encaixou com Bret Michaels (vocalista), mas no Mr. Big o caldo azedou. Ou melhor, já estava azedo quando ele assumiu o posto de Paul Gilbert, que deixou o grupo também pelo clima ruim entre os músicos.

Richie Kotzen ainda trabalhou com outro virtuose, o baixista norte-americano Stanley Clarke, um dos grandes do jazz, com quem gravou um disco. Mas é em sua carreira solo, bastante consistente e que conta com quase 20 discos, alguns EPs, coletâneas e registros ao vivo, que ele se realiza.

“A realidade é que não sou um cara de bandas. Nos últimos 10 anos, só fiz discos solos. Uma década antes, a exceção foi o Mr. Big, com quem lancei dois álbuns de estúdio. Não sinto a necessidade de colaborar com outras pessoas”, disse, na mesma entrevista.

Em setembro, aliás, foi lançado mais um trabalho do músico, 'The essential Richie Kotzen', uma coletânea que engloba toda a sua carreira. “Escolhi a dedo várias músicas para que quem não conhece meu trabalho possa entrar na minha música e aprender quem sou como artista”, disse em seu site.

Em 2006, uma de suas grandes façanhas: foi o escolhido para abrir os shows dos Rolling Stones, na turnê 'A bigger bang', no Japão.

O encerramento da noite de hoje fica por conta da banda 5150, cover do Van Halen.

RITCHIE KOTZEN
Show nesta quinta-feira, às 21h. Circus Rock Bar, Rua Gonçalves Dias, 2.010, Lourdes, (31) 3275-4344. Ingressos: R$ 80 (inteira).

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA