U2 pede desculpas por lançar álbum gratuito no iTunes: ''lamentamos''

Vocalista Bono admitiu erro em inclusão das músicas nos aparelhos sem escolha dos usuários

por Fernanda Machado AFP 15/10/2014 18:49

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Island Records/Divulgação
Álbum 'Songs of innocence' foi adicionado a meio milhão de contas do iTunes sem opção de exclusão (foto: Island Records/Divulgação)
A lenda do rock Bono e sua banda U2 se desculparam por lançar on-line seu último álbum em todas as contas do serviço de música iTunes, uma estratégia publicitária planejada pela Apple, mas criticada por muitos usuários. "Lamentamos", disse Bono em uma entrevista em vídeo publicada no Facebook na terça-feira, 14, na qual o músico irlandês aparece junto a outros membros da banda U2.

"Tive esta grande ideia", reconheceu o cantor, explicando seu gesto como "um pouco megalômano, com um toque de generosidade, um pouco de autopromoção e o temor profundo de que estas músicas às quais consagramos nossa vida nos últimos anos não fossem ouvidas".

O último álbum do grupo irlandês, 'Songs of innocence', foi incorporado gratuitamente de maneira não opcional em meio milhão de contas do iTunes, ao fim de um evento no qual a Apple lançou seus novos modelos iPhone 6. Mas o gesto, que custou à Apple 100 milhões de dólares e que havia sido concebido como uma estratégia de marketing, foi muito criticado. Muitas pessoas lamentaram não poder retirar o álbum de seus telefones e finalmente a Apple foi obrigada a incluir a possibilidade de que os usuários pudessem apagá-lo.

 

Confira vídeo do U2 em gravações de 'Songs of innocence'

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA