Bebel Gilberto traz o show do disco 'Tudo' a Belo Horizonte

Apresentação acontece nesta sexta-feira, no Cine-Theatro Brasil

por Mariana Peixoto 26/09/2014 07:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
DARYAN DORNELLES/DIVULGAÇÃO
(foto: DARYAN DORNELLES/DIVULGAÇÃO)
Bebel é filha de João, que é ídolo de Caetano, que é pai de Moreno, que é afilhado de Gal. Coincidentemente, três dos integrantes dessa quadrilha estão em Belo Horizonte neste fim de semana. Hoje, Bebel Gilberto lança no Cine-Theatro Brasil o álbum 'Tudo', recém-chegado às lojas virtuais e físicas. Já no Palácio das Artes é a vez de Gal Costa, que faz hoje o show-recital 'Espelho d’água'. Como só chega neste sábado a BH para lançar, no Teatro Bradesco, o disco 'Coisa boa', Moreno Veloso não vai poder dar os parabéns à madrinha Gal, que comemora 69 anos também nesta sexta-feira. Mas isso, pedindo nova permissão a Carlos Drummond, não tem a ver com as histórias abaixo.

A filha única de João Gilberto e Miúcha está com 48 anos. Há mais de 20 vivendo em Nova York, Bebel Gilberto fica com um pé lá, outro no Brasil. 'Tudo' é bem um retrato disso. Foi produzido por Mário Caldato Jr. – o mesmo que assinou 'Tanto tempo' (2000), trabalho que forjou a sonoridade da bossa eletrônica (ou new bossa), que a vem acompanhando desde então – e gravado em vários estúdios, tanto nos EUA quanto no Brasil. Mas 'Tudo', como o próprio título explicita, vai além da bossa. Nessa temporada no Brasil, a cantora só agendou três shows: um em São Paulo e outro no Rio, realizados esta semana, e o de BH, que encerra a mini-turnê.

O repertório de 'Tudo', a exemplo dos álbuns anteriores de Bebel, mistura canções autorais a releituras. E é nessa seara que a cantora se dá melhor. O destaque do disco é uma versão bossa-novista de 'Harvest moon', que tirou qualquer eco folk do registro original de Neil Young. Há também standards da música brasileira, como 'Vivo sonhando' (Tom Jobim, mais conhecida na versão de João Gilberto) e 'Saudade vem correndo' (Luiz Bonfá).

O lado compositora aparece tanto em inglês quanto em português. É com a jazzista 'Somewhere else', a melhor de suas próprias canções, que Bebel abre o disco. 'Nada não', outra também dela, chama a atenção pela percussão de Mauro Refosco. Na sequência, 'Tom de voz' (música de violonista baiano Cézar Mendes, letra de Kito Ribeiro) traz interpretação mais contida da cantora. Já no sambinha 'Novas ideias', Bebel divide vocal e autoria com Seu Jorge. O contraste entre a suavidade dela e a gravidade resultam num dueto interessante para uma letra bem-humorada e simples.

A faixa-título tem letra escrita em parceria com Adriana Calcanhotto, enquanto 'Areia' foi musicada por Bebel e Pedro Baby. O acompanhamento percussivo (que mistura berimbau, chocalho e caxixi) colore a canção, que fala basicamente de areia e mar. Tudo acaba com um hiato de cinco anos desde seu último trabalho de estúdio, 'All in one' (2009). Então do selo Verve, Bebel assinou com a Sony Music para este disco. Para os brasileiros, a ausência não foi tão grande assim. Em 2012, Bebel gravou no Arpoador seu primeiro DVD, 'In Rio', que chegou para o mercado nacional somente no ano passado.

Desde o lançamento de 'Tanto tempo', Bebel já vendeu mais de 2,5 milhões de álbuns, concorreu ao Grammy, entrou na trilha sonora de filmes badalados (como 'Closer' e 'Comer, rezar, amar') e séries de TV ('Sex and the city' e 'Six feet under', entre elas). Sem ter que provar nada a ninguém, ela ainda ouve as velhas referências à paternidade ilustre. Para essas pessoas, Bebel só tem uma coisa a dizer: “Há coisas de que ainda preciso me livrar, lembrar a quem quer que seja que sou uma cantora, não só a filha de..., a cantora de bossa nova. Sou Bebel, não sou filha, sou o que construí, sem rótulos.”

BEBEL GILBERTO
Show de lançamento do álbum 'Tudo', nesta sexta-feira, às 21h. Cine-Theatro Brasil, Praça 7, Centro.
Ingressos: R$ 120 e R$ 60 (meia); duas últimas fileiras do mezanino: R$ 100 e R$ 50 (meia). Informações: (31) 3201-5211.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA