Quarteto em Cy canta Chico Buarque em show na capital

Grupo vai interpretar desde os clássicos até os recentes lançamentos de Chico

por Ailton Magioli 19/09/2014 11:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Frederico Mendes/Divulgação
O grupo vocal feminino mais famoso do país está completando 50 anos de carreira (foto: Frederico Mendes/Divulgação)
Responsável pelo lançamento do clássico 'Pedro pedreiro', em plena década de 1960, o Quarteto em Cy está de volta ao universo de Chico Buarque com o show 'Olhos nos olhos', depois do aclamado espetáculo 'Chico em Cy', de 1991. “Chico é uma constante em nosso repertório. Nunca deixamos de cantá-lo”, justifica Cynara, ainda se refazendo da perda recente da irmã Cybele, há exato um mês.


Sob a direção musical de Chico Faria (cavaquinho), que é filho de Cynara com o ex-MPB 4 Ruy Faria, e acompanhado ainda de Camilla Dias (piano), João Cortez (bateria), Adriano Gifoni (baixo) e Zé Carlos Bigorna (sopros), o Quarteto em Cy vai interpretar 21 canções de Chico. De 'A banda' até à relativamente inédita 'Deixa solto', que o compositor fez com Arlindo Cruz e Sombrinha.

70 ANOS O show, que tem como objetivo comemorar os 70 anos de Chico Buarque, passa ainda por 'Samba de Orly', 'Futuros amantes', 'Sabiá', 'Carolina', 'Olhos nos olhos', 'João e Maria', 'Samba do grande amor', 'Quem te viu, que te vê', 'Vai passar', 'Não existe pecado ao sul do Equador' e 'Tamandaré', a primeira composição censurada do artista, que somente o grupo gravou, em 1971. Além disto, um pot-pourri reúne sucessos como 'Olê, olá', 'Deus lhe pague', 'Deixa a menina', 'As vitrines' e 'Cotidiano', entre outros.

Em depoimento sobre o Quarteto em Cy, Chico Buarque disse que o grupo continua na ativa por tantos anos porque tem uma qualidade musical que ninguém contesta. “Tudo que elas fazem tem muito bom gosto. Sempre tudo muito delicado, muito bonito, desde o começo. Elas gravaram 'Pedro pedreiro' e, para mim, foi uma glória. As duas primeiras glórias da minha carreira foram a gravação da Nara, no disco dela, e a do Quarteto em Cy, que fez, se não me engano, um compacto do 'Pedro pedreiro'”, acrescenta o cantor e compositor.

Na opinião de Cynara, Chico fala tudo que as integrantes do quarteto gostariam de dizer. “É apenas isto, ele é contemporâneo nosso. Fala o que queremos falar e ouvir”, enfatiza a cantora, elogiando as harmonias e letras das canções, na mesma linguagem delas. “Para mim não tem para ninguém na música popular”, elogia, salientando que por mais que Edu Lobo seja comparado a Chico, ele acaba tendo mais a ver com a corrente do maestro Tom Jobim.

TRAJETÓRIA

Substituída ano passado no Quarteto em Cy por Sheyla Fogaça, Cybele (1940–2014) se juntou às irmãs Cylene, Cynara e Cyva Ribeiro de Sá Leite nos anos 1960 para formar o quarteto vocal feminino mais famoso do Brasil e que, coincidentemente, como Chico Buarque também está completando data redonda: 50 anos de carreira.

'OLHOS NOS OLHOS
'
Sábado, às 21h, no Teatro Bradesco (Rua da Bahia, 2.244, Lourdes). Ingressos a R$ 120 e R$ 60 (meia-entrada). Informações: (31) 3516-1360.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA