Rihanna acusa canal americano de censura

Cantora ficou furiosa quando a CBS deixou de usar uma de suas músicas antes de uma partida, por seu nome remeter a um famoso caso de violência doméstica

por AFP - Agence France-Presse 17/09/2014 10:19

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Gabriel Bouys/AFP
Rihanna durante a final da Copa do Mundo do Brasil entre Alemanha e Argentina no Maracanã em julho (foto: Gabriel Bouys/AFP)
Em meio à polêmica sobre atletas de futebol americano envolvidos em casos de violência contra mulheres, a cantora Rihanna, que também foi agredida por um ex-namorado, ficou furiosa quando o canal CBS deixou de usar uma de suas músicas antes de uma partida.

"CBS, vocês tiraram minha música na semana passada e agora querem usá-la na quinta?", disparou a diva nesta terça-feira (16) em seu Twitter.

Na última quinta-feira, a CBS resolveu não utilizar a música 'Run this town', que Rihanna canta com o rapper Jay-Z, na abertura da partida entre Pittsburgh Steelers e Baltimore Ravens.

A emissora alegou que precisava encontrar o "tom apropriado" para sua cobertura depois da polêmica envolvendo um jogador do Ravens, Ray Rice, dispensado do time depois da divulgação de um vídeo no qual foi flagrado batendo na sua noiva num elevador.

Como Rihanna foi agredida pelo ex-namorado Chris Brown em 2009, a CBS entendeu que era melhor não tocar sua música, já que o nome remetia ao tema das violências conjugais. O canal, porém, resolveu voltar a usar a música na próxima quinta-feira (18), o que deixou Rihanna inconformada.

Poucas horas depois do tuíte da cantora, a CBS deixou entender num comunicado que a música não passaria. "Tomamos um novo rumo e vamos tocar um tema musical recém-criado, 'Thursday night football'".

Ouça a música polêmica 'Run this town':


VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA