Horizonte Blues Festival começa amanhã em Brumadinho

Na sexta edição, festival encerra no dia 30, com a exibição do filme Blues horizonte

por 23/08/2014 00:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Daniel Seabra

Edward Felix/Divulgação
(foto: Edward Felix/Divulgação)
O público do blues em Belo Horizonte não tem motivos para reclamar. Afinal, a cena na capital mineira e região metropolitana tem se fortalecido a cada dia. Agora, é o Horizonte Blues que chega à sua 6ª edição, ampliando as fronteiras e prometendo ainda mais música “sofrida”, inclusive caminhando ao lado da sétima arte, já que no encerramento será exibido o documentário Blues horizonte, da Bluesman Group Produções, mostrando o blues em Minas Gerais da década de 1980 até hoje. O festival vai de amanhã ao dia 30, na capital e em Brumadinho.

Segundo o idealizador do evento, o baterista e produtor Aristóteles Caetano, a ideia é mostrar quem trabalha pelo fortalecimento do cenário nas Gerais e ampliar a diversidade do blues, com muita troca de experiência. “O Horizontes Blues Festival pretende mostrar quem são as pessoas que produzem blues, além de promover o intercâmbio, parcerias e estímulos a esses artistas, criando uma experiência positiva que faça com que o público consuma mais o gênero, se informando aonde pode ir, ouvir, adquirir e ver esses trabalhos”, justifica.

Manoblues e Zé Pretim

Os locais dos shows foram escolhidos a dedo. A abertura será no Stonehenge Rock Bar, um dos espaços que mais apoiam o rock e o blues na cidade. As outras apresentações em BH serão no Cine Theatro Brasil Vallourec, na Praça 7, na região central da capital mineira. Em Brumadinho, os shows vão rolar no Barracão Antiguidades & Artes. Participam do festival grandes nomes do cenário nacional, como o paulista Vasco Faé, mais conhecido como Manoblues, que costuma se apresentar sozinho, cantando e tocando guitarra, gaita e instrumentos de percussão. Desta vez, estará acompanhado de Adriano Grineberg.

De Mato Grosso do Sul vem Zé Pretim Bluesman. Natural de Inhapim, cidade da região Leste de Minas Gerais, José Geraldo Rodrigues, o Zé Pretim, chegou a Campo Grande em 1973, e ali se radicou. Depois de trabalhar na zona rural, começou a tocar blues. Tem dois discos lançados e é reverenciado como uma das grandes vozes do estilo no Brasil.

Nome conhecido do público mineiro, a banda Audergang é liderada pelo guitarrista e vocalista Auder Jr., que já se apresentou ao lado de Johnny Winter e Celso Blues Boy, e está gravando seu segundo disco. Outros músicos mineiros vão participar das jam sessions, na base do improviso.

No encerramento, o espetáculo Divas & o blues vai reunir 12 cantoras, acompanhadas pela HBF Big Band, formada especialmente para o evento. Entre essas cantoras está Hilmara Fernandes, um dos grandes nomes do blues mineiro. “Estou honrada por participar pelo segundo ano consecutivo desse evento incrível, pois o blues é meu ofício há mais de 15 anos”, diz a artista.

PROGRAMAÇÃO


Em BH

>> Hoje, às 21h, no Stonehenge Rock Bar (Rua Tupis, 1.448, Barro Preto) – Bandas Vasco Faé & Adriano Grineberg e Zé Pretim Bluesman; Taxman Blues convida Alexandre Araújo & Hilmara Fernandes.

>> Dia 26, às 20h30, no Cine Theatro Brasil Vallourec (Av. Amazonas, 315) – Jam Session reunindo várias gerações do blues mineiro

>> Dia 27, às 20h30, no Cine Theatro Brasil Vallourec – Bruno Felix & Voodoo kings e Renato Caetano

>> Dia 29, às 20h30, no Cine Theatro Brasil Vallourec – Espetáculo Divas & o blues, exibição do documentário Blues Horizonte e show de Audergang

Em Brumadinho


>> Dia 29, às 21h, no Barracão Antiguidades & Artes (Rua Canela da Ema , 20, Casa Branca) – Shellão & Lobo Blues Band

>> Dia 30, às 21h, no Barracão Antiguidades & Artes – Maletta (Uns Blues & o Bando)

Ingressos entre R$ 10 e R$ 20 pelo site ingresso.com

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA