Paula Lima traz show do disco 'O samba é do bem' para a Savassi

Sambista se apresenta no Savassi Cultural logo após o jogo do Brasil

por Ailton Magioli 11/07/2014 10:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Rogério Mesquita/Divulgação
A cantora Paula Lima está correndo o país para divulgar seu novo disco (foto: Rogério Mesquita/Divulgação)
Longe de querer limitar o gênero às fronteiras geográficas, a paulistana Paula Lima chega a Belo Horizonte para mostrar que O samba é do bem e, consequentemente, do país inteiro. Atração de sábado à noite do Festival Savassi Cultural, a cantora se apresenta no quarteirão fechado da Rua Pernambuco, prometendo esquentar os ânimos em pleno inverno.

“Sinto-me mais brasileira do que nunca”, avisa uma empolgada Paula, admitindo viver situação como aquela em que se está de volta para o aconchego do lar, depois de cantar o soul, o funk e até o jazz. “Acabei absorvendo tudo isto ao longo da carreira”, comemora a artista, que vem acompanhada de uma superbanda liderada pelo maestro Davidson Douglas, para cantar novos ícones do samba carioca.

O samba é do bem é o sétimo CD de Paula Lima, que em 17 anos de carreira, 13 deles dedicados à carreira solo, marcou presença de 1998 a 2000 na banda Funk Como Le Gusta, com a qual também gravou. Em momento em que o universo parece conspirar a seu favor, Paula se tornou colunista e comentarista de TV, já com dois carnavais na Globo, depois de ser jurada do reality show Ídolos, da Record, e por “Mulheres que brilham”, do Programa Raul Gil, do SBT. A cantora fez ainda o musical Cats, interpretando a protagonista Grizabella

“Eu gosto de desafios”, posiciona-se Paula Lima, admitindo que não imaginava ser recebida com tanto carinho pela comunidade do samba, na linha de Zeca Pagodinho, que gravou em seu novo disco. Com produção de Leandro Sapucahy, com direito às participações de Péricles e Xande de Pilares, Paula registrou inéditas de Arlindo Cruz e Serginho Meriti, entre outros sambistas cariocas. Integralmente dedicado ao gênero, de acordo com a cantora, o disco abriu caminhos para ela na comunidade do samba, com as bênçãos de Dona Ivone Lara, Beth Carvalho e Arlindo Cruz.

Verdadeiro divisor de águas na carreira da artista, O samba é do bem, como faz questão de frisar a própria Paula Lima, foi oficialmente lançado em show para 10 mil pessoas, em São Paulo. Agora chega a vez de Belo Horizonte conferir a performance sempre envolvente da cantora, que reservou para o show algumas das 12 faixas inéditas do disco.

PAULA LIMA & BANDA
Sábado, logo após o jogo da Copa do Mundo, na Arena Brasil (quarteirão fechado da Rua Pernambuco, na Savassi). Entrada franca mediante apresentação de ingresso previamente trocado por 2 kg de alimentos não-perecíveis na Rua Pernambuco, 1.296. No domingo, quem se apresenta no local é a bateria da Escola de Samba Acadêmicos do Salgueiro.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA