Fim de semana será de samba e axé na Fifa Fan Fest

Músicos se apresentam nos dois últimos dias do mundial com entrada franca

por Ana Clara Brant 11/07/2014 09:42

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação/Facebook/Tuca Fernandes
"Escolhi as músicas a dedo. Quero que seja uma apresentação inesquecível" - Tuca Fernandes, cantor, sobre o show de sábado, no Expominas (foto: Divulgação/Facebook/Tuca Fernandes)
O cantor e compositor Tuca Fernandes adora futebol. Durante a Copa do Mundo, ele se apresentou em vários eventos animando os torcedores, mas será a primeira vez que vai tocar em uma Fifa Fan Fest neste Mundial. Neste sábado, o baiano é a atração principal do dia no evento em Belo Horizonte, cidade em que ele, inclusive, tem o título de cidadão honorário e pela qual nutre um carinho especial. “É uma honra e uma alegria sempre estar em BH e em Minas. Podem ter certeza de que esse show vai ser bem alto astral e a galera vai pirar”.

O repertório vai ser um resumo dos 20 anos de carreira celebrados justamente em 2014, e terá sucessos da fase solo, do longo período à frente da banda Jammil (17 anos), além de alguns covers e até de música eletrônica. Tuca garante que não vão faltar hits como Praieiro, Milla, Ê saudade, Chuva na janela, Saudade dói, Tchau, I have to go now. “Escolhi as músicas a dedo. Quero que seja uma apresentação inesquecível”, destaca.

O artista baiano, que chegou a assistir a algumas partidas do Mundial no estádio da Fonte Nova, em Salvador, ficou surpreso e feliz com a receptividade dos jogadores da Alemanha com relação ao seu time do coração, o Bahia. “Eles vestiram a camisa, cantaram o hino. Essa Copa do Mundo é uma festa mesmo”, comenta.

Agora, com o fim do torneio, Tuca Fernandes se prepara para lançar um novo videoclipe, Lindo filme, em que contracena, aliás, ao lado de sua atual namorada, a atriz Hedla Lopes, do humorístico Zorra total, da TV Globo. “Esse ano foi meio atípico por causa do Mundial, mas estamos estudando a possibilidade de gravar um DVD para celebrar essas duas décadas de carreira. Lancei agora também o EP Loucuras de verão que já está disponível para download no meu site (www.tucafernandes.com.br)”, declara o artista que tem no currículo 15 CDs e três DVDs.

Meio século E 2014 não marca apenas os 20 anos de trajetória artística do cantor. Em dezembro, Tuca vai completar meio século de vida, mas admite que nem parou para pensar ainda sobre isso. O baiano de Salvador revela que não é muito fã de aniversários e não pretende fazer uma grande festa para celebrar a data. “Sou muito festeiro sim, mas não gosto de comemorar. Adoro quando meu aniversário cai em dia de show porque aí eu celebro em cima do palco, com meu público”, diz. Ele também assegura não sentir o chamado ‘peso da idade’ e se considera um menino. “Idade é questão de cabeça e eu me sinto com uma vitalidade de 25 anos. Ainda tenho muita disposição, tesão e vontade de estar na estrada. Estou engatinhando na vida e na carreira, principalmente agora que estou há apenas três anos nesse momento solo. É um recomeço e tem muita coisa pela frente”, destaca.

Washington Possato/Divulgação
O cantor e compositor carioca Arlindo Cruz se apresenta no domingo no evento criado pela Fifa para celebrar o Mundial brasileiro (foto: Washington Possato/Divulgação)
Final de bambas
 
O samba e a batucada vão dar o tom no Expominas no domingo, dia da grande final da copa. A principal atração do dia é o cantor e compositor carioca Arlindo Cruz. O sambista, que participou de vários eventos ligados ao Mundial, promete encerrar a Fifa Fan Fest BH também com muito alto astral. Com seu famoso cavaquinho a tiracolo, o ex-integrante do grupo Fundo de Quintal, que ainda está em turnê com seu último projeto, Batuques do meu lugar, já soma mais de 30 anos de carreira. Autor de célebres sambas-enredos e torcedor fervoroso do Império Serrano, Arlindo acabou se tornando hoje figurinha carimbada na televisão, e é um dos destaques do programa Esquenta, apresentado por Regina Casé. Não vão faltar sucessos como Meu lugar, O show tem que continuar, Camarão que dorme a onda leva e O que é o amor.

A programação do domingo traz ainda os mineiros do Sambalaço, criado em 2012, com um intuito de trazer diversos sucessos nacionais e internacionais com uma pegada de samba, fazendo releituras de diversos sucessos. O grupo conta com músicos de diferentes formações profissionais, como o rock n’ roll, sertanejo e, claro, o samba. Entre eles, João Vítor (vocalista), Frederico Prado (tan tan/voz), Rafael Nunes (pandeiro/voz) e Gustavo Brant (bateria). Garantindo ainda mais uma pegada versátil, faz com que o som da banda fique com um swing bem envolvente.

Quem fecha o dia é a famosa Bartucada de Diamantina. Formada pela união de um grupo de amigos e familiares diamantinenses, o conjunto nasceu no carnaval de 1972. Foi nessa época que um grupo de jovens começava a batucar nas portas do Clube Acayaca de Diamantina, no momento que o baile de carnaval oficial da cidade terminava. A festa saía dos salões dos clubes e invadia as calçadas das ruas.Esse grupo de amigos cresceu, o público aumentou e a Bartucada se transformou numa das maiores atrações de carnaval do interior mineiro. Hoje a banda é composta por 200 integrantes voluntários, que participam dos shows pelo prazer de tocar e fazer parte desta grande confraria. A Bartucada segue sendo uma das maiores atrações do carnaval de Diamantina com seu estilo musical peculiar, em que todos os gêneros musicais são entoados em ritmo de samba e bateria.

>> FIFA FAN FEST  

A partir das 11


AMANHÃ
Grupo Ousadia – 15h
Tuca Fernandes – 19h
Thiago Yyoo – 20h45

DOMINGO
Sambalaço – 15h
Arlindo Cruz – 19h
Bartucada – 20h45

Local: Expominas, Av. Amazonas, 6.020, Gameleira.
Ingressos: Entrada franca (capacidade máxima para  21 mil pessoas). Camarote Brahma (amanhã): R$ 110 (fem)
e R$ 130 (masc); domingo:
R$ 170 (fem) e R$ 220 (masc). Informações: (31) 2514-4632. Classificação: 18 anos.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA