Livro reconstitui a trajetória do cantor e compositor mineiro Beto Guedes

Com 250 páginas, Songbook traz uma compilação de partituras, cifras e letras de 60 músicas

por Irlam Rocha Correio Braziliense 28/05/2014 12:05

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Lívia Bastos/Divulgação
Beto Guedes cresceu à sombra dos Beatles e participou da onda de renovação do Clube da Esquina (foto: Lívia Bastos/Divulgação)
A gravação de Quando te vi, versão de Beto Guedes e Ronaldo Bastos para Till there was you, de John Lennon e Paul McCartney, na voz do cantor e compositor mineiro, fez mais sucesso no Brasil do que a original dos Beatles, no lendário álbum branco — um dos marcos da obra do quarteto de Liverpool, consagrado como a mais importante banda da história do rock.

Beto era um pré-adolescente quando, em meados da década de 1960, se juntou a Lô Borges e outros amigos, em Belo Horizonte, para formar o The Beavers, grupo com o qual, a distância, reverenciavam os ídolos, que com suas canções bombavam nas rádios de todo o país. A influência dos Beatles pairou sobre a geração de músicos mineiros, anos mais tarde reunidos no Clube da Esquina, movimento liderado por Milton Nascimento, que trouxe novas luzes à MPB.

Logo depois da morte de John Lenon, Beto, também em parceria com Ronaldo, comporia Canção do novo mundo, ode ao genial cantor e compositor inglês, assassinado por um fã em Nova York. Essa música e Quando te vi e No céu com diamantes — outra que remete aos Beatles — integram o songbook de Beto Guedes, produzido por Barral Lima, com o patrocínio do projeto Natura Musical, lançado recentemente.


Ouça 'A Página do Relâmpago Elétrico', de Beto Guedes:

 

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA