"Não há padrão FIFA, é padrão favela", diz Ney Matogrosso

O cantor está em Portugal para a realização da turnê 'Atento aos sinais' e declarou insatisfação sobre a Copa do Mundo. "Os negros estão no porão ainda", disse

por Correio Braziliense 08/05/2014 08:44

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Luis Xavier de França/Esp. CB/D.A Press
(foto: Luis Xavier de França/Esp. CB/D.A Press)
Ney Matogrosso demonstrou nesta quarta-feira, em entrevista a um jornal português, insatisfação por conta da realização da Copa do Mundo no Brasil. “Não há padrão FIFA, é padrão favela. Os negros estão no porão ainda”, declarou.

O cantor está de volta aos palcos portugueses com a turnê 'Atento aos sinais' e se apresenta nesta quarta e quinta, em Lisboa e sábado, no Porto.

No disco, Ney exalta os problemas brasileiros em canções que falam sobre o trânsito, revoltas populares e o grande mundial que está por vir. "O Brasil está gastando milhões para fazer essa Copa, todos os estádios dobraram e triplicaram de preço, mas a saúde é uma vergonha, está lastimável, cada vez pior; a educação é zero, nessas coisas internacionais que medem a educação no mundo o Brasil vem em cento e tal, no rabo da história; a polícia cada vez mais assassina, mais violenta… Então eu tenho que falar disso!", disse em entrevista ao jornal.

Ney Matogrosso declarou ainda que não é contra a Copa do Mundo ser realizada em seu país de origem, porém é contra a maneira como ela está acontecendo.

A turnê 'Atento aos sinais' estreou 23 de fevereiro de 2013 em Juiz de Fora- MG, em seguida em São Paulo e Rio de Janeiro, composta por um repertório recheado de canções inéditas.

Ouça 'Rua da Passagem', de Ney Matogrosso:


VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA