Após serem descartadas por cantores, faixas estouram com outros artistas

É o caso de Rihanna, que faturou alta com canção 'We found love', negada pela cantora Nicole Scherzinger

por Lucas Lavoyer 04/03/2014 09:50

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Lucy Nicholson / Reuters
Com Timber, música renegada por Rihanna, a cantora Ke$ha e o rapper Pitbull lideraram as paradas norte-americanas (foto: Lucy Nicholson / Reuters)
Imagine um mundo no qual a música 'Telephone' seria cantada por Britney Spears, em vez de Lady Gaga, e a voz masculina de Chris Brown interpretaria 'Disturbia', sem qualquer participação de Rihanna. Por pouco essa confusão artística não invadiu o cenário pop. Se alguns dos principais cantores internacionais resolvessem dizer “sim”, ao invés de “não”, em resposta ao convite das gravadoras, ao menos dez faixas hits internacionais teriam intérpretes diferentes.

Em janeiro, Ke$ha assumiu a primeira colocação do ranking da Billboard, com 'Timber', gravada em parceria com o rapper Pitbull, e desbancou Rihanna e Eminem, que emplacaram 'Monster' em dezembro de 2013. Ironicamente, o hit da controversa cantora norte-americana foi recusado há pouco pela própria Rihanna, primeira opção dos produtores. Além de encabeçar as paradas, o clipe gravado por Ke$ha foi assistido por mais de 55 milhões de pessoas no Youtube.

Desta vez, Rihanna se deu mal. Porém, em outras oportunidades, a cantora faturou alto com uma canção negada. Em 2012, quando Nicole Scherzinger esteva ocupada demais para escutar a demo de 'We found love', produzida pelo DJ Calvin Harris, a cantora de Barbados aproveitou a chance e gravou a música — um dos maiores hits de 2013.

A dança das cadeiras que precede gravações no âmbito pop é mais comum do que aparenta. Segundo o professor de música da Universidade de Brasília (UnB), Vadim Arsky Filho, a evolução artística e a personalidade dos cantores costumam influenciar as decisões. “Às vezes, o cantor rejeita uma faixa pela própria personalidade, acha que determinada letra ou melodia não se adequa a sua voz. Música tem tudo a ver com a afinidade de quem canta. Se o artista não tem ‘tesão’, acha que não vai cantar bem, recusa”, comentou.

Confira os hits que fizeram sucesso com outros cantores

'Telephone' - Lady Gaga

Em 2008, Gaga escreveu Telephone para que Spears a incluísse no álbum Circus. No entanto, a controversa Princesa do Pop negou a oferta. Em seguida, Gaga convidou Beyoncé. A faixa foi um dos maiores sucessos do EP The fame monster.

'Disturbia' - Rihanna

Enquanto ainda namoravam, Chris Brown emplacou um dos maiors hits de Rihanna, meio sem querer. Em 2009, o cantor colocaria Disturbia no disco Exclusive. No entanto, decidiu incluir a faixa Forever e descartou a primeira opção. A diva a gravou no disco Good girl gone bad. Rapidamente, a canção assumiu o topo das paradas.

'Rock your body' - Justin Timberlake


Enquanto trabalhava seu último disco, Invencible, Michael Jackson descartou Rock your body e outras canções que viriam a ser gravadas por Justin Timberlake, no disco de estreia da carreira solo, Justified (2002). Dois anos depois, Timberlake faturou Grammy de Melhor álbum de música pop.

'Umbrella' - Rihanna


Mesmo em momento conturbado na carreira, Britney Spears rejeitou Umbrella, sem pestanejar. Em 2007, Rihanna a colocou junto com Disturbia, outra composição gravada após negativas de outros artistas, em Good girl gone bad. Em 2008, o título rendeu um Grammy.

'S.O.S' - Rihanna

Esta talvez tenha sido a primeira vez que Rihanna aproveitou-se dos descartes alheios para emplacar um sucesso. S.O.S. encabeçou seu segundo disco, A girl like me, após Christina Milian ter dito “não” à oferta, em 2006. A canção liderou o topo das paradas por semanas consecutivas, no ano de seu lançamento.  

'Don’t cha' - The Pussycat Dolls

A primeira candidata a gravar o sucesso Don’t cha era Paris Hilton. Porém, o misto de socialite e cantora negou a canção. Em 2005, a girl band Pussycat Dolls gravou a faixa no primeiro disco da carreira, PSD. O resultado foi um troféu da Billboard.

'Holiday' - Madonna

Até mesmo a Rainha do Pop já gravou canções outrora deixadas de lado. Em 1983, Holiday tornou-se um dos primeiros singles de Madonna a alcançar a primeira colocação de listas Top 10, após passar pelas mãos de Phyllis Hyman e, depois, de Marry Wilson.

'Friends in low places' - Garth Brooks

Gareth Brooks gravou Friends in low places para o ábum Too cold at home, apenas um mês antes de Mark Chesnutt lançá-la no disco No fences, em 1990. A composição só emplacou mesmo na voz de Chesnutt, que no começo da década de 1990 dispunha mais dos holofotes do que Brooks.

'Since u been gone' - Kelly Clarkson


A música Since u been gone recebeu dois “nãos” antes de tornar-se um hit na voz de Kelly Clarkson. Inicialmente, a canção foi oferecida à Pink e, depois, à Hillary Duff. Em 2004, a faixa compôs o disco debutante de Clarkson, Breakway, e, em pouco tempo, rendeu mais de dois milhões de vendas digitais.

'Gold digger' - Kanye West

Um dos maiores hits de Kanye West poderia ter sido gravado por Shawnna. Após a negativa da rapper norte-americana, Weste reescreveu parte da música, para adequá-la a um cantor do sexo masculino, e a colocou no disco Late registration, gravado em 2005.

'Nothin’ on you' - B.o.B

B.o.B e Bruno Marz deram voz à Nothin’ on you apenas após o rapper estadunidense Lupe Fiasco negar a oferta. Em 2010, a composição emplacou no álbum de estréia de B.o.B, The adventures of Bobby Ray. Impulsionado pela faixa, o disco ficou entre os três maiores sucessos hip-hop daquele ano.

'...Baby one more time' - Britney Spears

Uma das canções mais emblemáticas de Britney Spears poderia ser uma faixa do disco Fan mail, do trio TLC. No entanto, o grupo rejeitou e a canção emplacou o primeiro disco de Britney, homônimo à canção, em 1999. Sem a música, será que a prince do pop teria alcançado a fama?

'How will I know' - Whitney Houston

Uma fita demo com How will I know foi entregue à equipe de Janet Jackson, que recusou a proposta. Whitney Houston recebeu a oferta com mais carinho e emplacou o hit no disco de estreia da cantora, Whitney Houston, em 1985. Rapidamente, alcançou o topo das paradas.

'I’m a slave 4 you' - Britiney Spears


Uma das músicas mais provocativas de Britney Spears poderia ter sido gravada por Janet Jackson, com perfil completamente diferente. Após a irmã de Michael Jackson recusar a canção, a princesa do pop a colocou em Britney, albúm de 2001. Em pouco tempo, tornou-se sucesso - inclusive, rendeu uma apresentação emblemática no VMA, quando Britney dançou com uma cobra no palco, no ano de lançamento.

'Thinkin bout you' - Bridget Kelly

O cantor norte-americano Frank Ocean lançou uma demo de Thinkin bout you em uma rede social, em 2011, antes de registrá-la no disco de estreia Channel Orange, do ano seguinte. Bridget Kelly adorou e gravou outra versão da mesma música, mudando o nome para Thinking about forever, que emplacou como hit no EP Every Girl.

'Let’s get loud' - Jennifer Lopez

Originalmente, a canção Let’s get loud foi escrita para Gloria Estefan, que recusou a proposta. Jennifer Lopez gravou a canção no disco On the 6, em 1999. A música ajudou Lopez a subir alguns degraus na escada da fama. Em apenas uma semana, o álbum vendeu mais de 100 mil cópias.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA