''Quando o chifre dói, o diploma cai da parede'': relembre frases de Reginaldo Rossi

Cantor pernambucano era mestre na arte de filosofar sobre as emoções humanas

por Diário de Pernambuco 20/12/2013 14:07

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Arquivo/DP
(foto: Arquivo/DP)
Na filosofia do Rei do Brega, tinha espaço para tudo. Mulher, chifre, homem, traição, ilusão, amor, tristeza, alegria. Rossi foi um mestre na arte de tecer comentários sobreo ser humano. Confira pérolas do Rei:

"O povão fala assim: Rossi, você é meu fã"

"Sem essa de música baiana, pernambucana, carioca. Temos que ser autênticos. Todas são brasileiras e fazem sucesso"

"Sabe por que a música baiana estourou? Porque é fácil de ser entendida pelo povo"

"Não tenho ideologia partidária. É como ser católico, como sou, porque minha família é católica"

"Sem falsa modéstia e guardadas as devidas proporções, eu me considero um Mozart nordestino. Eu sou um gênio"

"Ao vivo, sou tão bom quanto Michael Jackson. A diferença é que não tenho aquela parafernália toda que o acompanha"

"Se eu fosse americano e morasse nos Estados Unidos, faria uma apresentação por mês e ganharia muito mais do que ganho com todos os shows que faço aqui no Brasil"

"Se Wando é brega, Mozart, que é o maior gênio musical, devia ser brega também, porque era do povo"

"Melhor do que uma mulher, só quatro mulheres. Melhor do que quatro mulheres, só 200"

"Não tenho o mínimo preconceito sobre nada. Quem quiser ser bicha que seja. Quem quiser ser piranha que seja"

"Fazer amor é tão bom que não sei como Deus deixou para os pobres"

"Quando o chifre dói, o diploma cai da parede"

"Eu não vejo diferença entre Mozart e Amado Batista, Beethoven e Roberto Carlos"

"As pessoas gostam de frescura. No Brasil, as pessoas adoram sotaque e palavras difíceis"

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA