Rapper Gog recusa convite da Globo e da Fifa para se apresentar durante a Copa

O artista falou sobre o convite em rede social e pediu que a emissora parasse de procurar por ele "Não aceito o convite, não negocio com vocês, não me procurem mais, esqueçam o meu nome"

por Correio Braziliense 09/12/2013 14:56

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Viola Júnior/Esp. CB/D.A Press
O rapper Gog chamou a emissora de racista: vocês patrocinam o apartheid brasileiro. (foto: Viola Júnior/Esp. CB/D.A Press)
O rapper Gog recusou se apresentar em evento da emissora Globo em parceria com a Fifa. O cantor anunciou na última sexta-feira, 6, mesmo dia do sorteio dos grupos para a Copa do Mundo, sobre o convite.

"A Rede Globo me mandou outro convite: Querem que eu suba ao palco na Esplanada dos Ministérios em 15 de junho de 2014, em um evento produzido em parceria com a Fifa e com transmissão para todo o planeta", comentou. De acordo com a publicação, o evento na Esplanada dos Ministérios será realizado no mesmo dia da disputa entre as seleções da Suiça e Equador.

O rapper finalizou com "Não aceito o convite, não negocio com vocês, não me procurem mais, esqueçam o meu nome. Ah, vocês patrocinam o apartheid brasileiro. Bando de racistas! Tirem o nome de Nelson Mandela dos noticiários sujos de vocês!".

Recentemente, o rapper Eduardo, ex-Facção, também recusou um convite de participar do 'Programa do Jô' para divulgar o livro 'A guerra não declarada na visão de um favelado'. O artista publicou um vídeo no canal Palestras Eduardo Revolução, no Youtube, sobre a recusa. "(..)Quando você escreve um livro, é como se o playboy falasse assim: ‘Ó agora ele escreveu um livro, é intelectual, é da hora, agora você pode vir no nosso programa’. E assim mano, o melhor publico que existe é o público da periferia, o público da periferia ta com você independente de você tá na televisão (..)", desabafou.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA