Flaming Festival traz Vanguart e bandas de estilos variados a BH

Festival que acontece neste sábado e na próxima sexta terá também Dead Rocks, Móveis Coloniais de Acaju e artistas da capital

por Fernanda Machado 06/12/2013 16:45

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Ariel Martini
Vanguart (MT) é uma das atrações do Flaming Festival (foto: Ariel Martini)
Há 15 anos, a 53HC é uma das principais responsáveis pelos shows e festivais independentes que acontecem em Belo Horizonte. Para celebrar uma década e meia de atividades, a produtora realizará mais um evento, se valendo de sua marca registrada: a pluralidade. O Flaming Festival acontece na noite deste sábado, 7, e na próxima sexta, 13, no Music Hall, com sete bandas, diferentes ritmos e variados sotaques.

Indie, ska, rockabilly e música irlandesa num mesmo festival pode parece uma mistura improvável, mas para quem já foi nas edições da Flaming Night e do 53HC Festival, isso não é novidade. Dentro desse modelo que acontece o Flaming Festival, que oferecerá ao público belorizontino neste sábado o já reconhecido folk do Vanguart (MT), a surf music do Dead Rocks(SP), e duas bandas da casa, com o ska da Desorquestra e o rock 'n'roll puro e autêncitco dos Junkie Dogs.

 

Folk e surf agitam o sábado
No primeiro dia de festival, a principal atração fica por conta do Vanguart. Formada em 2002, a banda mato-grossense se tornou uma das principais referências no indie rock brasileiro, com uma pegada folk bem marcada pelo violão acompanhando a guitarra, com direito a violino em algumas músicas. Eles apresentam ao público seu terceiro CD, 'Muito mais que amor', gravado neste ano. O grupo já esteve presente em vários festivais de grande porte pelo país, como o Tim Festival e a Virada Cultural de São Paulo.

Divulgação
Dead Rocks também é uma das atrações no evento, programado para dois dias na capital mineira (foto: Divulgação)
É do interior paulista que vem outro grande nome do line-up do festival. Nas outras vezes que veio a BH, o Dead Rocks provou ser capaz de agradar até mesmo quem não conhece ou é fã de estilo. Com um surf music autêntico até no vesturário, composto por ternos vermelhos e óculos escuros, o trio pega a mesma onda de Dick Dale e outros ícones do estilo nos anos 50 e 60.

Com um som instrumental, repleto de riffs de guitarra, o repertório da banda inclui grandes hits do gênero, como o clássico 'Misirlou', consagrado na trilha sonora do filme 'Pulp Fiction', e versões inusitadas, como de 'As rosas não falam', do sambista Cartola. Além disso, contam com várias canções de autoria própria. O trabalho do Dead Rocks pode ser ouvido aqui. Há 15 anos na estrada, o conjunto acumula três turnês na Europa e uma na Argentina.

Bandas da casa marcam presença
A programação da noite de sábado será preenchida por duas bandas de Belo Horizonte. A Desorqeustra, foramda em 2008 com o nome de Skacilds, leva ao palco versões em ska para canções famosas de diversos gêneros. Já os contemporâneos do Junkie Dogs fazem um rock'n'roll autêntico e mais agressivo.

Na semana que vem serão mais três atrações, com a salda musical do Móveis Colonias de Acaju(DF), a recém-formada banda de irish punk chamada R.A.T.S (RJ) e os mineiros do The Original Blackjacks.

Flaming Festival

Primeiro dia:shows  de Vanguart (MT), The Deado Rocks (SP), Desorquestra (BH) e The Junkie Dogs (BH). Sábado, 7 de dezembro, às 21h, Music Hall (Av. Do Contorno 239 – Santa Efigênia). Classificação: 16 anos.


Segundo dia: Móveis Coloniais de Acaju (DF), Riot at the Ship (RJ), The Original Blackjacks (MG). Sexta-feira, 13 de dezembro, às 21h, no Music Hall (Av. Do Contorno 239 – Santa Efigênia). Ingressos:  1ºlote - R$10(Meia) R$20 (inteira); 2ºlote - R$15 (Meia) R$ 30 (Inteira). Classificação: 16 anos.

 

Ingressos:  1ºlote - R$10(Meia) R$20 (inteira); 2ºlote - R$15 (Meia) R$ 30 (Inteira). Classificação: 16 anos. Pontos de venda: 53HC (Rua Rio de Janeiro, 630, Loja 53 - 3271-7237) e Pietá Tattoo (Rua Paraíba, 1441 - 3281-4441). Os ingressos valem apenas para um dia de show.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA